Ijuí/RS - Terça-feira, 05 de Julho de 2022
Manchetes
Prefeitos da região vão a Brasília pela compensação de valores devido a redução de impostos promovida pelo governo Federal
CNM aponta impacto imediato nas receitas municipais de R$ 73 milhões devido a redução do ICMS
Programa em parceria com a prefeitura busca selecionar famílias para receber crianças em suas casas
Óbito de número 300 por Covid-19 foi registrado em Ijuí
Daniel Franco deixa o comando técnico do São Luiz
8° Edição da Expocelb é lançada em Coronel Barros
Novos ritos na Seplan aceleram processos em prol do desenvolvimento
PC apreende 4kg de Cocaína e 1kg de Crack durante abordagem a veículo
Inadimplência de consumidores do Demei ultrapassa R$ 12 milhões
Municipal de Futsal conhece seus campeões
Ijuí-RS
O tempo agora
14 de junho de 2022

Secretário diz que posto do Mundstock não será fechado, apenas trocado de local

Secretário da Saúde esteve ontem(13) na Câmara de Vereadores onde abordou temas atinentes a saúde municipal 

Foto: Luan Berti

A primeira semana de funcionamento do Corujão da Saúde foi avaliada pelo secretário de saúde em entrevista no Fatorama da Repórter nesta terça-feira(14). O espaço inaugurado na última semana com o objetivo de atender casos leves de sintomas respiratórios, propiciou o alívio do movimento na Unidade de Pronto Atendimento(UPA), disse Márcio Strassburguer.

De acordo com ele, o balanço dos primeiros dias do Corujão é bastante positivo e tem margem para melhorar ainda mais. O Centro de Triagem segue atendendo, deixando de se dedicar exclusivamente aos casos de Covid, cuidando também os sintomas respiratórios.

O secretário também falou sobre o fechamento do Posto de Saúde do bairro Mundstock. Destacou que a discussão que se estabelece não é sobre o fechamento do posto, mas sim, sobre a construção de uma Unidade Básica de Saúde nova para a região territorial do bairro.

O presidente do bairro Mundstock Lúcio dos Santos que também participou do Fatorama disse que os moradores do bairro estão revoltados e não entendem a mudança de local de atendimento da unidade de saúde. Lúcio disse que a decisão de construção do novo posto e fechamento do atual, foi tomada sem que o Executivo ouvisse a comunidade usuária. “A comunidade anseia a manutenção do Posto de Saúde do Mundstock, independente da construção de um novo Posto no bairro Burtet”, disse.

Lembrou que a atual estrutura está precisando ser revitalizada, uma vez que não adianta ter um posto grande e não ter gente para trabalhar. Atualmente a necessidade do local é a disponibilização de profissional médico na área da ginecologia e também pediatria.

Márcio Strassburguer explicou que atualmente o posto de saúde, atende ao próprio bairro Mundstock, parte do Progresso e também do bairro Burtet. De acordo com ele, o acesso à unidade não é facilitado devido a geografia do local e reiterou que uma unidade será construída no centro do território de saúde, dando conta de toda essa população com uma logística melhor de acesso. “Nós não vamos fechar a unidade, vamos construir uma nova e trocar de local, este é ponto. Ninguém ficará desassistido e sem atendimento”, destacou, reiterando que o território de saúde não é restrito a um bairro e envolve além do próprio bairro, outras regiões que também podem ser atendidas a partir de uma unidade mais centralizada e próxima de todos do território.

A transferência dos serviços do Mundstock irá ocorrer a partir da conclusão da nova unidade ao lado da escola Casa da Criança na rua Siqueira Couto, bairro Burtet.

Sobre as unidades do interior e a prestação do serviço de saúde, Strassburguer informou que sua pasta seguirá organizando mutirões e investindo nas ações do Programa Saúde Rural  nas comunidades por entender que dessa forma o atendimento será mais efetivo contemplando um número maior de pessoas.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019