Ijuí/RS - Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2022
Manchetes
Incêndio é registrado no aterro sanitário
Congresso Nacional retoma atividades dia 1º e Pompeo diz que foco será aprovação do 14º dos aposentados e pensionistas
Ijuí já passa de 1,5 mil casos de Covid-19. Jovens entre 20 e 39 anos são os mais infectados
Multa de R$ 5 mil: SMMA já sabe quem descartou clandestinamente lixo em via que recém havia sido limpa por servidores da prefeitura
São Luiz anuncia contratação de mais um lateral esquerdo
Mesmo com atendimentos em queda no final de semana, número de infectados com Covid só aumenta em Ijuí
CNH do RS é a mais cara da região Sul do País
Prefeito de Nova Ramada está em Porto Alegre para assinar convênio de acesso asfáltico
Prefeito Andrei Cossetin está de férias
Bozano é contemplado com recursos do Programa Ilumina RS
Ijuí-RS
O tempo agora
11 de setembro de 2013

Secretaria de Habitação registra aumento por procura de moradias

O secretário de Habitação, Bira Teixeira, cumpriu nessa terça feira, 10, sua agenda de atendimento ao público. Cerca de 70 pessoas estiveram na secretaria em busca de informações sobre regularização fundiária, solicitação de moradias e pedidos de construção de unidades habitacionais.Nessas semanas, o responsável pela pasta atendeu 540 pessoas, média de 54 cidadãos. “Nas primeiras semanas, eu recebia em torno de 30 pessoas nas terças-feiras. Com a entrega dos Condomínios Colmeia e Pedreira, mais pessoas começaram a nos procurar, o que fez elevar a demanda, o que comprova que existe um grande déficit habitacional no município, já muitas pessoas moram de aluguel ou em condições precárias”, disse o secretário.O perfil da maioria das pessoas que procuram a Secretaria de Habitação é de mulheres chefes de família, com idade entre 25 e 50 anos. Muitas delas moram na região norte do município, área mais carente, e onde existem grandes problemas habitacionais.Em decorrência da demanda, o projeto do Executivo ijuiense é de construir mais duas mil unidades habitacionais no município. Mil delas ainda nesse ano. “Nós precisamos criar, em parceria com governo federal, mecanismos para tentar solucionar esse problema, já que o déficit habitacional influencia em diversas áreas, como saúde e educação. E nós estamos em busca recursos para resolvermos o problema dessas famílias, esse é o nosso objetivo”, finaliza Teixeira.

 

 

voltar
© Copyright 2019