Ijuí/RS - Terça-feira, 05 de Julho de 2022
Manchetes
Prefeitos da região vão a Brasília pela compensação de valores devido a redução de impostos promovida pelo governo Federal
CNM aponta impacto imediato nas receitas municipais de R$ 73 milhões devido a redução do ICMS
Programa em parceria com a prefeitura busca selecionar famílias para receber crianças em suas casas
Óbito de número 300 por Covid-19 foi registrado em Ijuí
Daniel Franco deixa o comando técnico do São Luiz
8° Edição da Expocelb é lançada em Coronel Barros
Novos ritos na Seplan aceleram processos em prol do desenvolvimento
PC apreende 4kg de Cocaína e 1kg de Crack durante abordagem a veículo
Inadimplência de consumidores do Demei ultrapassa R$ 12 milhões
Municipal de Futsal conhece seus campeões
Ijuí-RS
O tempo agora
23 de março de 2022

Schirmann diz estar insatisfeito com sua produção a frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Depois de 15 meses como secretário de desenvolvimento econômico no governo municipal de Andrei Cossetin, o empresário Luiz Schirmann, hoje(23) saiu do silêncio; e escolheu a Repórter para falar à comunidade Ijuiense. Justificou que desde que assumiu a gestão da secretaria tem trabalhado incansavelmente para atender a demanda existente e reconheceu que não tem conseguido entregar ao mandato de Andrei e à comunidade ijuiense aquilo que se propunha a fazer enquanto secretário.

“Eu gostaria de sair da folha de pagamento pelo que não estou entregando a gestão municipal, mas isso não é possível”, disse reiterando que como não entrega o que se propôs não deveria receber. Sobre devolução do salário, como forma de agradecer o que Ijuí lhe deu enquanto empresário, disse que está cumprindo a risca, escolhendo mês a mês, entidades assistenciais para o repasse do subsídio de pouco mais de R$ 10 mil.

O empresário/secretário disse que não esperava processos morosos, mas reiterou que segue firme com o prefeito Andrei Cossetin trabalhando para regularizar as áreas industriais, salientando que até o final de março regulariza as áreas industriais da BR-285 para entregar as matrículas para os empresários, rechaçando informações de que estaria deixando o governo municipal. “Estou firme e vou continuar ao lado do prefeito”, afirmou.

Reconheceu que recorre várias vezes ao ex-secretário Antonio Carlos Tambara, que segundo ele, desempenhou um bom trabalho a frente da pasta, salientando que em Ijuí já não acontece mais a debandada de empresários para fazer investimentos em outros municípios da região. “Estamos conseguindo segurar todos. “Várias industrias precisam ampliar seus negócios e o município tem novas áreas que foram adquiridas junto ao aeroporto o que trará menos custo para a infraestrutura, o que barateia os custos de implantação”, frisou.

Destacou a busca da gestão municipal pela regularização de outra área, esta da antiga Ceasa de 70 mil metros quadrados que deverá ser devolvida ao município e além deste, salientou ainda andamento de projetos que buscam a ampliação do aeroporto de Ijuí por meio de recursos do governo federal e salientou o bom andamento do projeto que prevê a implantação das paralelas da BR-285. “Sobre as paralelas da BR-285, o que faltava para a duplicação da travessia urbana de Ijuí era o projeto das obras de arte(passagens de nível- túneis); o que o Dnit está elaborando e até o final de março deverá estar concluído para que o município possa abrir a rubrica”, observou.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019