Ijuí/RS - Sábado, 28 de Maio de 2022
Manchetes
São Luiz busca primeira vitória fora de casa na Série D neste sábado
Polícia Civil deflagra operação de combate a violência contra a Mulher
Capitão Stivanin avalia início do trabalho em Ijuí
SMMA inicia amanhã as ações que marcam o mês do meio ambiente
Campanha do agasalho segue em Ijuí com mais uma ação em praça pública
Chuva faz aumentar em 300% número de chamados para reparos em estradas do interior
Secretário Cláudio Souza assume presidência do Conseme
HCI atuará em benefício dos servidores da BM e da Modulada
Audiência virtual do TJ-RS é interrompida após homem aparecer sentado nu em vaso sanitário
BM cumpriu mandado de prisão no bairro São Paulo
Ijuí-RS
O tempo agora
13 de maio de 2022

RS tem queda de 11,6% nos homicídios e 35,7% nos feminicídios em abril. Ijuí não teve registros destes crimes no mesmo período

Foto: Polícia Civil

O quarto mês de 2022 se encerrou com retorno à tendência de queda nos homicídios no Rio Grande do Sul, observada ao longo dos últimos três anos. O número de vítimas caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 igual mês deste ano.

O resultado atesta a efetividade das ações realizadas pelas forças de segurança após ligeira alta ocorrida em março, em especial para a rápida contenção de conflito pontual entre organizações criminosas em Porto Alegre.

Na soma de janeiro a abril, o Estado também registra queda nos assassinatos, de 564 no ano passado para 544 (-3,5%) – tanto no recorte mensal quanto no acumulado, os totais atuais são os menores desde 2006. Esses e outros dados estão no indicadores de abril divulgados nesta quinta-feira (12/5) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Em Ijuí,  conforme o delegado Ricardo Miron,  titular da 26° Delegacia Regional de Polícia respondeu ao jornalismo da Repórter, não houve homicídios no mês de abril deste ano. Em relação aos feminicídios não há registros desde o ano passado.

Os Principais crimes patrimoniais voltaram a quebrar recorde de redução, como os roubos de veículos, com menor número em 20 anos.

 

Fonte: GovernoRS/Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019