Ijuí/RS - Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021
Manchetes
Muro construído ao lado do Ginásio Municipal será derrubado
Prefeito fala em investimentos para ações estruturais e diz que “parque de máquinas recebido por sua administração é uma vergonha”.
Lixão clandestino na região do Tomé de Souza indigna cidadão de Ijuí
Levantamento revela que mais de 500 crianças com até 6 anos ficaram órfãs no Estado devido a Covid-19
Guias do Trem das Missões passam por treinamento
Pró Audi realiza a Expo Audi oferecendo promoções para seus clientes
SMS dá sequência a aplicação da segunda dose da Astrazeneca e da Pfizer
Comissão de triagem divulga músicas selecionadas para o 10° Canto de Luz e 6° Lamparina
Mesa de Bar da Iguatemi FM volta ainda mais Espetacular
Educação Municipal: “Saímos de uma rede analógica para uma rede tecnológica”, diz secretário Cláudio Souza
Ijuí-RS
O tempo agora
7 de setembro de 2021

Reunião emergencial define ações para atender atingidos por temporal

O prefeito Andrei Cossetin acompanhou todo o trabalho realizado por profissionais e apoiadores ocorrido em decorrência do forte temporal em Ijuí, que adentrou a madrugada desta terça-feira. Na manhã de hoje, secretários do governo, defesa civil municipal e estadual se reuniram para planejar os próximos passos de ajuda, que visa, principalmente, a entrega de telhas.

Na reunião do comitê de crise, os bombeiros militares relataram que nunca haviam registrado número tão grande de casas atingidas, em apenas um episódio. Ontem foram entregues lonas para sanar emergencialmente o problema. Foram pelo menos 250 residências danificadas pela chuva de pedras. Até agora são pelo menos Mil e 500 metros de lona distribuídos à população.

O Coordenador da Defesa Civil municipal Ruben Jagmin disse na Repórter que o episódio de ontem foi lamentável e atingiu com mais força a parte Sul do município onde o bairro Tomé de Souza teve pelo menos 170 casas atingidas. O trabalho da manhã desta terça, segundo o Coordenador foi de realizar entrega de lonas para as famílias atingidas. “Tivemos uma pancada muito forte de pedras. Foram pelo menos 5 minutos de temporal o que causou muitas dificuldades”, frisou.

Por outro lado, não foram registrados problemas de árvores caídas, destelhamentos pelo vendo ou inundações, o que de certa forma foi uma boa notícia por que não houve desalojados em função da intempérie climática.

Rubem Jagmin destacou que um QG está montado junto a sede do Corpo de Bombeiros de Ijuí e a orientação é para que as pessoas que necessitarem de lonas, procurem o local para fazer a solicitação.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019