Ijuí/RS - Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
24 de outubro de 2019

Renato admite Grêmio abaixo, mas nega vexame: “Tomamos gols em cinco falhas”

Abatido, o técnico Renato Portaluppi demorou pra conceder entrevista coletiva após a goleada por 5 a 0 para o Flamengo, que eliminou o Grêmio na semifinal da Libertadores. Houve até uma mudança de protocolo – a ordem das entrevistas, inicialmente prevista para o visitante falar primeiro, foi invertida, e Jorge Jesus abriu a coletiva.

 

Quando falou, Renato reconheceu a atuação ruim no Maracanã, mas evitou falar em “vexame”, conforme foi atribuído na entrevista. “Tomamos cinco gols em cinco falhas. Hoje, jogamos muito abaixo do que a gente sabe. O Flamengo foi superior”, reconheceu o treinador.

 

Mais uma vez, voltou a citar a conquista de títulos recentes do Grêmio nos últimos anos, e lamentou a postura de que, na avaliação dele, na derrota “todo mundo é ruim”, além de chamar o resultado de surpreendente, pelo placar elástico. “Agora é levantar a cabeça e voltar a pensar no Campeonato Brasileiro. Temos um jogo importante contra o Botafogo”, resumiu.

 

O Grêmio teve desfalques importantes no jogo. Os meias Jean Pyerre e Luan estavam fora por lesão, e Michel começou no meio campo. Na lateral, a opção foi pelo improvisado Paulo Miranda. Renato reconheceu a necessidade de reavaliar o elenco para 2020, mas evitou falar em mudanças drásticas. “É sempre bom renovar, mas não é o momento de falar nisso. Sempre vou defender meu grupo. Nem todo mundo vai ganhar sempre. Hoje, o Grêmio perdeu”, disse.

 

Renato voltou a elogiar o Flamengo. Por repetidas vezes, antes dos confrontos, o treinador classificou os cariocas como os favoritos para avançarem à final da competição, em Santiago, no dia 23 de novembro. “Enfrentamos uma grande equipe, que montou um grande elenco para conquistas. Venceram com um placar elástico, e passaram merecidamente para a final”, elogiou.

 

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019