Ijuí/RS - Sábado, 28 de Maio de 2022
Manchetes
Polícia Civil deflagra operação de combate a violência contra a Mulher
Capitão Stivanin avalia início do trabalho em Ijuí
SMMA inicia amanhã as ações que marcam o mês do meio ambiente
Campanha do agasalho segue em Ijuí com mais uma ação em praça pública
Chuva faz aumentar em 300% número de chamados para reparos em estradas do interior
Secretário Cláudio Souza assume presidência do Conseme
HCI atuará em benefício dos servidores da BM e da Modulada
Audiência virtual do TJ-RS é interrompida após homem aparecer sentado nu em vaso sanitário
BM cumpriu mandado de prisão no bairro São Paulo
Executivo de Bozano recebe caminhão adquirido com recursos próprios
Ijuí-RS
O tempo agora
25 de maio de 2020

Quase 10 milhões aguardam análise para auxílio emergencial de R$ 600

Quase 10 milhões de pessoas estão em análise para saber se terão direito de receber o auxílio emergencial de R$ 600. São 4,9 milhões de cadastros em primeira avaliação de dados e outros 4,8 milhões em reanálise. O cadastro no programa poderá ser feito até o dia 3 de junho.

 

Os cadastros processados para pedir o benefício chegaram a 101,2 milhões. Desse total, 59 milhões foram considerados elegíveis e 42,2 milhões inelegíveis. Um dos principais motivos para a negativa do pedido dos que se inscreveram está ligado à renda. São trabalhadores informais, mas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018, o que impede o pagamento do benefício, de acrodo com lei do auxílio.

 

Quem tem direito

Para ter direito ao benefício é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal. Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

 

A Caixa Econômica Federal já pagou desde 9 de abril R$ 60 bilhões de auxílio emergencial, somadas as primeiras e segunda parcelas. No total, 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela. O pagamento da segunda parcela alcançou 30,4 milhões de trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. O auxílio emergencial é de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), por parcela.

 

Do total pago até agora, R$ 22,8 bilhões foram para beneficiários do Bolsa Família, R$ 11,7 bilhões para aqueles inscritos no Cadastro Único para os Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e R$ 25,5 bilhões para quem se cadastrou pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial.

 

Saques da primeira parcela

Nesta segunda-feira, continua o calendário de pagamentos para evitar formação de filas e agolmerações nas agências, que abrem das 8h às 14h, mesmo com o feriado em São Paulo.

 

Poderão sacar a primeira parcela os beneficiários nascidos em agosto; na terça-feira, nascidos em setembro; na quarta-feira, aniversariantes de outubro; na quinta-feira, de novembro, e na sexta-feira, de dezembro.

 

Nesta segunda também será liberado depósito da segunda parcela do benefício a 5 milhões de trabalhadores informais nascidos em setembro ou outubro, que fizeram o cadastro pelo aplicativo da Caixa ou pelo cadastro único do governo federal.

 

Esse grupo vai receber em depósito na conta poupança digital. Para evitar aglomeração e filas nas agências, o saque para esse grupo só começa a partir do dia 30 de maio, também de acordo com a data de nascimento. Mas por meio do aplicativo Caixa Tem é possível pagar contas de água, luz, telefone e boletos, além de fazer compras de alimentos, roupas ou medicamentos pela internet.

 

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o programa. Nesta segunda, será para quem tem NIS com final 5.

 

Calendário do auxílio emergencial

Primeira parcela para novo grupo

Segunda-feira (25) – nascidos em agosto
Terça-feira (26)- nascidos em setembro
Quarta-feira (27) –  nascidos em outubro
Quinta-feira (28) – nascidos novembro
Sexta-feira (29) – nascidos em dezembro

 

Depósito da segunda parcela

Segunda-feira (25) – nascidos em setembro ou outubro
Terça-feira (26) – nascidos em novembro ou dezembro

 

Saque da segunda parcela

Nascidos em janeiro: 30 de maio
Nascidos em fevereiro: 1º de junho
Nascidos em março: 2 de junho
Nascidos em abril: 3 de junho
Nascidos em maio: 4 de junho
Nascidos em junho: 5 de junho
Nascidos em julho: 6 de junho
Nascidos em agosto: 8 de junho
Nascidos em setembro: 9 de junho
Nascidos em outubro: 10 de junho
Nascidos em novembro: 12 de junho
Nascidos em dezembro: 13 de junho

 

Segunda parcela do Bolsa Família

25 de maio: NIS 6
26 de maio: NIS 7
27 de maio: NIS 8
28 de maio: NIS 9
29 de maio: NIS 0

 

Fonte: Rádio Repórter - Correio do Povo
voltar
© Copyright 2019