Ijuí/RS - Sexta-feira, 03 de Dezembro de 2021
Manchetes
Aumenta número de pedidos de Proagro junto a Emater municipal
Gerente regional anuncia liberação de espaços externos do Sesc à comunidade
Veículo furtado em Santa Rosa é recuperado pela PRE
Secretário de Governança do Estado conclama eleitores da região a participar da Consulta Popular
"Aqui me sinto bem", diz Márcio Goiano sobre retorno ao São Luiz
Natal na Unijuí acontece neste domingo
14º Salário para segurados do INSS vai para a CCJ da Câmara dos Deputados
Executivo buscará junto a ACI, doação da marca Expo Ijuí Fenadi
Projeto de padronização da Avenida 21 de Abril prevê retirada dos canteiros centrais
Com ou sem recursos da LIC, cidade estará iluminada dia 12, diz prefeito
Ijuí-RS
O tempo agora
21 de janeiro de 2021

Profissionais da linha de frente do HCI são imunizados e relatam a pesada rotina de atendimentos de casos de covid-19

Profissionais da linha de frente do Hospital de Caridade foram vacinados na manhã de hoje contra a Covid-19. Equipe da Secretaria da Saúde, com a supervisão da Coordenadora Técnica Salester Ruwer, iniciou a vacinação às 8 da manhã no auditório do HCI.

 

O ato pra marcar o início da aplicação das doses foi organizado pelo setor de comunicação do Caridade, com seis profissionais recebendo a vacina, cada uma representando um grupo da instituição: médica, enfermeira, técnica de Enfermagem, higienizadora e fisioterapeuta.

 

As profissionais do HCI ouvidas pela reportagem da Mais Popular falaram com preocupação sobre o momento enfrentado, lembrando também de períodos prolongados de acompanhamento de pacientes que desse março buscam o hospital.

 

A médica Andrieli de Oliveira Buzetto, coordenadora da UTI Covid, falou em desafio grande, de uma pandemia sem proporções, equipes tiveram de ser adequadas e treinadas. com a vacina, vem uma esperança de dias melhores.

 

A rotina estafante na UTI, foi comentada pela médica, ao citar que os profissionais que atuam nas 3 UTIs de Ijuí são os mesmos, mas que novos colegas tiveram de ser chamados também na área de enfermagem.

 

Sobre os atendimentos de pacientes, apesar de vários óbitos, houve também muitas vitórias, após um longo período de pacientes no hospital.

 

Definiu como uma luta pela vida para que o pacientes possam voltar a ver seus familiares. “Gratificante quando consegue, assim  como a tristeza é profunda nos casos de óbitos”, disse a Doutora Andirele, que também coordena a UTI Cardiológica do Caridade. “Nem sempre a gente vence, mas trazer conforto para s famílias também é um objetivo, observou a médica.

 

O olhar da médica para a situação fora dos hospitais, é de preocupação. “Muitos estão acreditando que teremos vida normal prontamente com a vacina, mas não será assim”. O distanciamento é tao ou mais importante que o uso de máscaras,ressaltou a médica, lamentando que jovens tem a falsa ideia de que terão somente uma gripe, mas a disseminação do vírus chegará em suas casas, trazendo complicações graves para pais e avós. “É fundamental que a gente continue com o distanciamento, com o uso de máscaras, álcool gel e evitar as situações de aglomeração”, alertou Andrielle Buzetto.

Fonte: Rádio Repórter - Foto: Divulgação Facebook
voltar
© Copyright 2019