Ijuí/RS - Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
16 de janeiro de 2020

Presidente iraniano defende diálogo e diz querer impedir guerra

O presidente iraniano, Hassan Rohani, declarou nesta quinta-feira que trabalha “diariamente para impedir a guerra”, alguns dias depois que Washington e Teerã se enfrentaram no Iraque. Em um discurso televisionado, Rohani acrescentou: “para mim, é uma preocupação diária”.

 

Rohani deu essas declarações depois que Teerã atacou alvos militares dos Estados Unidos no Iraque, em 8 de janeiro, em resposta ao assassinato por Washington do general iraniano Qassem Soleimani cinco dias antes em Bagdá. Este último pico de tensão provocou pedidos de desescalada em um mundo que teme um conflito generalizado no Oriente Médio.

 

Na quarta-feira, Rohani assegurou que o Irã obteve, por meio dos ataques com mísseis contra bases usadas pelo Exército americano, “a compensação militar” desejada pela morte de Soleimani, arquiteto da estratégia de seu país no Oriente Médio.

 

 

Em seu discurso nesta quinta-feira, ele garantiu que as represálias iranianas, que causaram danos materiais significativos – mas nenhuma vítima segundo o Exército americano -, reforçaram a dissuasão iraniana diante das “ameaças” do presidente americano, Donald Trump

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019