Ijuí/RS - Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
Manchetes
Trabalho prisional na Modulada é case de sucesso a ser implantado em outras casas prisionais gaúchas
Assinado o contrato para obra de pavimentação asfáltica em Coronel Barros
Cronograma de imunização contra a Covid segue na Estação Cultura
“Não podemos encerrar essa linda história que a Expo Ijuí Fenadi tem”, diz presidente da UETI
Quase metade das escolas estaduais da região não tem candidatos a diretor. Eleição ocorre a partir de amanhã
Bazar Solidário do Bom Pastor arrecadou quase R$ 50 mil
Pelo menos 2 mil estudantes das redes Estadual e Municipal estão realizando a prova do Saeb
Defesa das universidades comunitárias será bandeira de Busnello a partir de hoje na Câmara
Ômicrom no Brasil? Brasileiro vindo da África, testa positivo para Coronavirus
Brigada prende 2 por furto de veículo em Catuípe
Ijuí-RS
O tempo agora
18 de outubro de 2021

Presidente do Cremers lamenta politização da vacina e diz que máscara não tem prazo para sair de cena

No dia do médico, o presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul – Cremers agradeceu no Fatorama da Repórter pelo desempenho e dedicação dos profissionais que integram a classe médica gaucha durante estes quase dois anos de pandemia.

Disse que a luta pela manutenção da vida tem sido extremamente importante e nessas horas de agravos de saúde os médicos foram cada vez mais exigidos tendo que fazer de tudo na busca da saúde da comunidade.

Carlos Isaias Filho falou sobre a satisfação do Cremers em ter uma classe que é exemplo de técnica e dedicação na busca pelo salvamento de vidas e reiterou que mesmo em momentos de muita dificuldade a classe sempre buscou soluções. “Houve todo um aprendizado nesta busca por medicamentos, adequação de protocolos, mas estamos á frente de um vírus, uma patologia nova que ainda temos muitas dúvidas de como tratar”, frisou.

Essas dúvidas, admitiu o profissional, geraram em determinado momento desunião entre os integrantes do Cremers, mas os médicos, assim como a ciência estão em constante busca por novos e melhores tratamentos para que os danos colaterais não sejam graves e a resposta dos medicamentos seja mais eficaz.

O presidente do Cremers falou ainda sobre pesquisa encomendada pelo Conselho e que mostrou um índice de confiança dos médicos durante a pandemia superior a 90% e também a maior adesão dos gaúchos a vacina contra a Covid-19. Falou da satisfação da entidade classista ao resultado da pesquisa reiterando a importância da vacina por que “ ela é indiscutível no momento e a única situação que pode amainar ou buscar melhor solução para a pandemia”. Para o médico Isaias Filho o resultado da pesquisa poderia até ser mais elevado não fosse a desinformação e a politização da vacina que trouxe um alto grau de desconfiança à população.

Por fim o presidente da entidade médica defendeu que a vacina não seja obrigatória, porém reiterou a necessidade de mostrar a comunidade gaucha que a única forma de combate à pandemia é com a vacinação. “Não é uma questão de não preservar os outros, mas sim de preservar-se a si mesmo”, disse.

Sobre o uso da máscara, o médico referiu que o dispositivo não só previne para a Covid, mas também para outras doenças respiratórias. “Certamente neste período nunca tivemos uma prevalência de gripe comum ou resfriado comum tão baixa como tivemos – este é um outro dado e condição da mascara sobre prevenção.  Agora até quando vamos ficar de mascara não sei, o tempo vai nos dizer, mas acho que vamos passar novamente o Natal usando máscara”, finalizou.

 

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019