Ijuí/RS - Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2022
Manchetes
Incêndio é registrado no aterro sanitário
Congresso Nacional retoma atividades dia 1º e Pompeo diz que foco será aprovação do 14º dos aposentados e pensionistas
Ijuí já passa de 1,5 mil casos de Covid-19. Jovens entre 20 e 39 anos são os mais infectados
Multa de R$ 5 mil: SMMA já sabe quem descartou clandestinamente lixo em via que recém havia sido limpa por servidores da prefeitura
São Luiz anuncia contratação de mais um lateral esquerdo
Mesmo com atendimentos em queda no final de semana, número de infectados com Covid só aumenta em Ijuí
CNH do RS é a mais cara da região Sul do País
Prefeito de Nova Ramada está em Porto Alegre para assinar convênio de acesso asfáltico
Prefeito Andrei Cossetin está de férias
Bozano é contemplado com recursos do Programa Ilumina RS
Ijuí-RS
O tempo agora
5 de setembro de 2013

Presidente da CPI da habitação é denunciado na Promotoria

No dia 30 de agosto, sexta-feira da semana passada, esteve no Ministério Público ex-empregada do vereador Darci Preto da Silva, para informar o que considera irregularidades no programa Minha Casa, Minha Vida. Relatou a promotoria de Justiça Cível que “ trabalhou na casa do Vereador Darci Preto como empregada doméstica no período de fevereiro a maio do ano passado, sempre de segunda a sexta-feira, pela manhã.  Conforme declaração prestada pela testemunha, nas ocasiões em que limpava o escritório de advocacia do vereador, constatou que algumas pessoas o procuravam questionando sobre a demora no sorteio dos imóveis do Programa habitacional do Município, porque já estavam inscritas há muito temo e ainda não haviam sido chamadas. A depoente disse em no MP “que em duas oportunidades percebeu que, em razão de tais atendimentos, ele ligou para o setor de Habitação do Município, perguntando pela servidora Rosane e dizendo que encaminharia os inscritos do programa ao Município para conversar sobre a situação dos sorteios”. Literalmente, consta no termo de declaração que a depoente disse “ para que fosse agilizado para a pessoa ganhar”. A depoente disse que não sabe identificar as pessoas que procuraram o vereador na época e também não tem informação sobre o sorteio delas. “Contudo, não acha certo que, pelo envolvimento do vereador no episódio, ele seja o presidente da CPI instaurada na Câmara para apurar as irregularidades que serão investigadas”. Consultado sobre a questão, o vereador César Busnello(PSB) disse que pretende agilizar medidas na reunião da CPI da Habitação amanha. 

voltar
© Copyright 2019