Ijuí/RS - Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
Manchetes
Trabalho prisional na Modulada é case de sucesso a ser implantado em outras casas prisionais gaúchas
Assinado o contrato para obra de pavimentação asfáltica em Coronel Barros
Cronograma de imunização contra a Covid segue na Estação Cultura
“Não podemos encerrar essa linda história que a Expo Ijuí Fenadi tem”, diz presidente da UETI
Quase metade das escolas estaduais da região não tem candidatos a diretor. Eleição ocorre a partir de amanhã
Bazar Solidário do Bom Pastor arrecadou quase R$ 50 mil
Pelo menos 2 mil estudantes das redes Estadual e Municipal estão realizando a prova do Saeb
Defesa das universidades comunitárias será bandeira de Busnello a partir de hoje na Câmara
Ômicrom no Brasil? Brasileiro vindo da África, testa positivo para Coronavirus
Brigada prende 2 por furto de veículo em Catuípe
Ijuí-RS
O tempo agora
15 de outubro de 2021

Prefeito fala em investimentos para ações estruturais e diz que “parque de máquinas recebido por sua administração é uma vergonha”.

O Prefeito Andrei Cossetin foi entrevistado no Fatorama na manhã desta sexta-feira. Entre os assuntos abordados, o investimento do município na cultura, a recuperação de ruas, os próximos asfaltamentos, e o enfrentamento à questão da iluminação pública. Falou ainda do orçamento e plano plurianual e a economia de gastos com CCs. Primeiro abordou a participação do município em eventos culturais. Explicou que foi aprovada para a Fenadi, uma contrapartida de 60 mil, via Lei de Incentivo à Cultura(LIC). “São 10% de contrapartida para receber de volta 540 mil que permitem a realização do evento”, explicou o prefeito.

Cossetin reforçou que investir em cultura, na Fenadi, e em outras iniciativas tem como olhar o cuidado de crianças e jovens por meio da educação. O projeto prevê ainda R$ 10 mil para cada etnia – totalizando R$ 130 mil e somando a contra partida seriam mais R$ 5 mil totalizando R$ 15 mil para cada entidade étnica.

Sobre o Canto de Luz, outro projeto via LIC, no décimo ano de realização, disse que também recebe atenção do município. Nesse caso, a captação é feita pela prefeitura, que está em contato com empresários interessados. “Estamos ligando para empresários para que destinem valores de ICMS e o Canto de Luz vai sair’, comentou Andrei.

O prefeito falou também sobre questões estruturais e outro tema abordado pelo prefeito se referiu à iluminação pública e tapa buracos. Lembrou que 50% das indicações dele enquanto vereador eram pedidos de melhorias urbanas. Agora, disse o prefeito, “chega de ações paliativas, vamos resolver de uma vez por todas”, se referindo a novos asfaltamentos e a substituição de lâmpadas incandescentes por LED, mais durável e econômica, além de dar mais segurança para a comunidade e embelezamento da cidade”, salientou.

Andrei Cossetin relatou os detalhes da compra das lâmpadas de Led, com licitação aberta de 10 milhões de reais. Diante dos valores, o prefeito comentou que buscou informações ao Tribunal de Contas do Estado, “em troca de informações para evitar erros”. O prefeito acredita que até fim do mês, a licitação esteja concluída, para em seguida dar início à colocação de lâmpadas de LED em toda a cidade. A previsão feita no Fatorama é de instalação de 2 mil pontos de Led esse ano, de um total de 10 mil. “A empresa consegue trocar 30 lâmpadas por dia, com uma equipe. A intenção é colocar 3 equipes, acabando com os pontos onde falta iluminação pública”, reforçou o prefeito.

Está na Câmara, comentou, em análise, um pedido de autorização para financiamento de 35 milhões de reais.  O valor é necessário para, além de enfrentar o problema da iluminação. Cossetin diz que o parque de máquinas é uma vergonha – exigindo um investimento de 5 milhões de reais. Quanto às ruas da cidade, foi retomada a operação tapa buracos, mas o objetivo é ir além, com asfaltamentos em trechos onde a malha é antiga, disse Cossetin.

São inúmeros projetos já concluídos de recuperação de vias, como a Jorge Leopoldo Webber, esta até o final do ano;  entre a 13 de maio e a Getúlio Vargas, onde também será  todo feito o asfalto, além da continuação da Bento Gonçalves, seguindo até a Perimetral.

Concluída essa etapa na Bento, o prefeito informou que será colocado em prática o sistema binário, ou seja, tornando-se via de mão única a Bento, em direção aos bairros, e a 19 de outubro, em direção ao centro. Outras ruas citadas pelo prefeito são a Cinquentenário – que será asfaltada em direção ao bairro e a Avenida Brasil. Também a Manaus, até a Perimetral Sul, nas imediações da Brasdiesel; Avenida Emil Glitz entre rua do Comércio e Salgado Filho, e ainda a Guilherme Timm, da rua do Comércio até a AFFI da Unijuí..

O prefeito falou do orçamento 2022, que anão não está aberto. Enquanto isso, os valores executados ainda são do que foi projetado pela administração anterior. Andrei Cossetin disse que uma das melhorias previstas em ruas centrais, como a Avenida 21 de abril que será refeita na totalidade, com a retirada do canteiro central. A Pinheiro Machado também sofrerá uma transformação.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019