Ijuí/RS - Sábado, 25 de Setembro de 2021
Manchetes
Brigada Militar de Jóia recebe viatura do 29ºBPM.
HCI realiza procedimento inédito para tratamento de nódulos na tireóide
Secretaria de Desenvolvimento Social registra mais de 500 pedidos por telhas
Prefeito de Joia mobiliza equipes para recuperar estradas danificadas pela chuva
Aposentados e Pensionistas tem expectativa de receber 14º salário em dezembro
Vereador Paulo Braga lamenta recorrência do descarte irregular de lixo
Semana do Trânsito em Ijuí teve palestra com a PRF para motoristas da prefeitura
Ijuí começa segunda-feira imunização a partir de 15 anos e antecipa amanhã segunda dose de vacinas
Em defesa dos cavalos, promotor diz que “Vida digna para nós cidadãos é não ver estes animais velhinhos, fraquinhos puxando peso que não podem suportar”
Secretários de educação da AMUPLAM se encontraram em Condor
Ijuí-RS
O tempo agora
14 de setembro de 2020

Ponte Internacional: Manifestações do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, empolgam lideranças da região

Ovídio Kaiser, Coordenador da Comissão Pró-ponte da Associação dos Municípios das Missões, destaca que governo pretende entregar a obra em 2022 

 

A Ponte Internacional de Porto Xavier voltou às manchetes na semana passada, após fala do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, reiterando que o projeto será concluído antes do final do ano e a chamada para licitação em Regime Diferenciado de Contratação (RDC) sairá também em 2020 para aproveitar os recursos do orçamento da união. Ovídio Kaiser, Coordenador da Comissão Pró-ponte da Associação dos Municípios das Missões, destaca que o projeto está em plena execução com equipes da empresa contratada realizando o levantamento topográfico do lado brasileiro e argentino.

 

“Chama a atenção as reiteradas manifestações do ministro. Em cinco oportunidades ele falou a mesma linguagem. Um ministro da estatura do Tarcísio de Freitas, um dos homens públicos de maior credibilidade e atuante do governo Bolsonaro, que tem o Brasil inteiro para cuidar, tem na sua cabeça a ponte. Isso não é algo que ele leu em algum papel e decorou. É um trabalho de ‘formiguinha’ que começou lá em 2017”, avalia Ovídio.

 

O coordenador destaca que o projeto caminha independente de eleição e “passa longe de promoção política”. “É uma construção que uniu todos os partidos, pois é um projeto de redenção econômica para todo o país”, pontua.

 

Ovídio lembra que os benefícios com a conclusão da ponte serão muitos, mas destaca a questão logística, pois com a instalação de terminal graneleiro no Porto de Santa Ana, na Argentina, com saída pelo Rio Paraná, o envio da produção estará a 150km de São Luiz Gonzaga, por exemplo. Hoje esse trecho é de mais de 600km até o Porto de Rio Grande.

 

Outro ponto visto com entusiasmo é o desenvolvimento do turismo com a integração das rotas Missões e Iguaçu.

 

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio Repórter - Rádio São Luiz
voltar
© Copyright 2019