Ijuí/RS - Sábado, 28 de Maio de 2022
Manchetes
Polícia Civil deflagra operação de combate a violência contra a Mulher
Capitão Stivanin avalia início do trabalho em Ijuí
SMMA inicia amanhã as ações que marcam o mês do meio ambiente
Campanha do agasalho segue em Ijuí com mais uma ação em praça pública
Chuva faz aumentar em 300% número de chamados para reparos em estradas do interior
Secretário Cláudio Souza assume presidência do Conseme
HCI atuará em benefício dos servidores da BM e da Modulada
Audiência virtual do TJ-RS é interrompida após homem aparecer sentado nu em vaso sanitário
BM cumpriu mandado de prisão no bairro São Paulo
Executivo de Bozano recebe caminhão adquirido com recursos próprios
Ijuí-RS
O tempo agora
19 de janeiro de 2022

Piso do magistério é tema de reunião da Amuplam

Tendo por local o município de Panambi, prefeitos que integram a região da Associação dos Municípios do Planalto Médio, estiveram reunidos ontem(18). Na pauta a discussão sobre a reforma administrativa e o pagamento do piso do magistério.

O presidente Edson destacou em contato com o jornalismo da Repórter que os dois assuntos geram preocupação tendo em vista os efeitos econômicos da crise hídrica que a grande região está vivendo e que terá reflexos na economia dos municípios. “Além da Covid-19, também temos a preocupação com a estiagem que logo ali na frente trará custos para o município e efeitos imediatos na vida da população”, disse.

O assunto piso do magistério foi amplamente debatido na reunião e o presidente Edson Arnt lembrou que é necessário ter cautela – tendo em vista o momento ser para reflexão dos gestores. “Não podemos nos comprometer a uma coisa que não poderemos pagar depois, esse é o momento de termos responsabilidade”, ponderou ao lembrar que devido aos efeitos econômicos provocados pela estiagem, há projetos que estavam na pauta para execução nos municípios e que agora terão que aguardar.

“Quando achamos que já passamos pelo pior, acontecem outras coisas que nos assustam ainda mais. Somos gestores, pagos para tomar decisões, mas temos que ter cautela por que não sabemos o que vai acontecer”, lamentou.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019