Ijuí/RS - Terça-feira, 22 de Setembro de 2020
16 de setembro de 2020

Nova diretoria assume com o desafio de fazer o São Luiz crescer

Assembleia Geral realizada na SOGI ontem à noite elegeu a nova diretoria do Esporte Clube São Luiz para o biênio 2020-2022. Chapa única recebeu 122 votos, com 7 contrários e 4 em branco. A expressiva presença de associados levou a uma demorada apuração dos eleitos aos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Passava das 23 horas quando o resultado foi divulgado pela Comissão Eleitoral.

 

O Presidente Pedro Pitol fez uma recuperação histórico dos quatro anos em que esteve à frente do clube, registrando as melhorias desenvolvidas no Estádio e agradecendo a todos que o apoiaram no período.

 

O presidente eleito pediu união, entendendo que essa é a única maneira de fazer o clube cresceu, o objetivo do grupo que assume o São Luiz a partir de hoje. “Ninguém fez nada sozinho”, disse.

Lauro Hass afirmou que o São Luiz tem uma história bonita, construída ao longo dos 82 anos e que “isso jamais será esquecido”.

Acrescentou que a diretoria eleita “tem a responsabilidade de fazer melhor”, ao defender como positiva a mudança, por dar nova motivação. Hass fez questão de frisar que “essa diretoria não veio tomar o lugar de ninguém”. Por fim, salientou o novo presidente, que “é preciso pensar grande, ter ousadia, sem se aventurar.”

 

Amanhã, Lauro Hass terá o primeiro contato com a Comissão Técnica, antes da viagem a Tubarão, onde o São Luiz estreia na Série D, domingo, às 16 horas, com a cobertura da Rádio Repórter.

 

A diretoria eleita:
Presidente: Lauro Hass
1º Vice-Presidente: Antônio Carlos Frizzo Tâmbara
2º Vice-Presidente: Eloy Pettenon
Vice-Presidente Financeiro: Celso Pedro Leindecker
Vice-Presidente Patrimonial: Gerson Machado dos Santos
Vice-Presidente de Marketing: Rogério Hansen
Vice-Presidente de Futebol: João Carlos Beviláqua
Vice-Presidente Administrativo: Marcelo Weber Furhmann
Vice-presidente Jurídico: Antônio Edison Maciel Berdian Neto.

 

O Conselho Deliberativo teve disputa acirrada pelas 30 vagas, com 55 candidatos. Foram eleitos, por ordem de votação: Léo Jose Goi, Camila Pakulski Betsch, Ivo Schwancke, Romeu Mallmann, Ledur Macht Bevilaqua, Vilson Emilio Hepp, Cassio Alexandre Wolf Lopes, Geordano Tâmbara, Leandro Emosar Pacheco dos Santos, Vilson Dionatan Veber Cezimbra, Delmar Luiz Leviski, Clovis Rorato de Jesus, Dante Maurício Tissot, Elton Kronbauer, Emerson Andre Pereira, Valmir Luiz Donato, Miguel Angelo Barriquello, Roberto Carlos Tremea, Mateus Zandoná Schneider, Mauricio Michaelsen, Marcos Antonio Atkinson, Cesar Augusto Grinke, Francisco Salles Da Silva Trindade, Osorio Antônio Lucchese, Paulo Cesar Girardi, Paulo Roberto Girardi, Airton Larri Lemos De Moura, Eder Evandro Koch, Pedro Luiz Maroski e Elisandro Da Silva Morais. Como suplentes ao Conselho Deliberativo: Leandro Valdir Bonamigo Heck, Everaldo Borges de Camargo, Valmir Rodrigues Junior, Leonel Castagna, João Afonso Frantz, Eder Luis Da Silva Sparremberg, Leonardo Marasca, Luiz Carlos De Mattos, Adão Miguel Cardoso e Henrique Deboni Sandri.

Conselho Fiscal teve como eleitos: André Vinícius Chitolina, Ivens Darciso Cigana, Ivo Joel Boratti, Leomar Kussler, Marco Antonio Pukall Sagave, e como suplentes: Leandro Henrique Spananberg, Marco Antonio Mandracio Berdian.

 

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019