Ijuí/RS - Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
24 de janeiro de 2020

MP recorre de decisão judicial que encaminha traficante Jura para o regime semiaberto

O Ministério Público (MP) recorreu da decisão judicial que encaminhou o traficante Juraci Oliveira da Silva, 45 anos, o Jura, para o regime semiaberto. A promotoria entendeu que o apenado não reúne condições pessoais para receber o benefício concedido dia 14 deste mês, e apontou vários fatos, principalmente histórico criminal e uma fuga quando o apenado havia ingressado no mesmo sistema há 11 anos.

A decisão sobre a progressão de regime é do juiz Paulo Irion, da 1ª Vara de Execuções Criminais (VEC) de Porto Alegre. Ele destacou que o apenado atingiu requisitos básicos em 2016 para a progressão, tem parecer psicossocial favorável, pretende atuar como empresário posteriormente, possui conduta carcerária satisfatória e não registra comportamento contrário às normas, apesar de já ter respondido às devidas sanções sobre falta grave devido a uma fuga anterior.

 

O agravo em execução — recurso do MP — alega que o traficante é líder de uma célula de facção criminosa que atua em todo o Estado, tem vasto histórico de crimes, responde a mais três processos, sendo que um deles — na Justiça Federal — é pelo envolvimento na morte do ex-vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremers), Marco Antônio Becker, em 2008, na zona norte da Capital.

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019