Ijuí/RS - Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
Manchetes
Estado atinge número de 60 mortes por dengue
Busnello apresenta ante projeto que prevê parcelamento de dívidas dos usuários do Demei
Leoveral de Oliveira é reconduzido à presidência da Associação dos Aposentados de Ijuí
Finais do Futsal Municipal terão transmissão da Rádio Repórter
Conclusão de obras da Corsan possibilita asfaltamento de trecho da rua Jorge Leopoldo Weber
Mais de duas toneladas de alimentos impróprios para consumo são apreendidas em operação em Ijuí
Associação Cultural Canto de Luz define nova diretoria
Sindilojas realiza workshop sobre a Lei de Proteção de Dados
Educação, prevenção e Inclusão. Proerd encerra ciclo de palestras na Apae de Ijuí
Homem acusado de furto mão grande e que estava foragido é preso pela BM
Ijuí-RS
O tempo agora
8 de junho de 2022

Médico oncologista de Ijuí participa de congresso internacional sobre novos medicamentos para combate ao Câncer

Um importante congresso de pesquisa com participação de 27 mil profissionais da oncologia de todo o mundo, sediado em Chicago nos Estados Unidos, permitiu acesso a novas tecnologias, além de possibilitar contatos com empresas reconhecidas da China, Japão, Estados Unidos, entre outros, por representantes do Oncosite de Ijuí. Devido à pandemia, nos últimos dois anos o congresso havia sido realizado de modo virtual.

O médico oncologista Fábio Franke, que representou no evento, o Oncosite e a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, falou na Repórter nesta quarta-feira(8), sobre o evento e comentou a cerca de novo medicamento quimioterápico para o câncer de mama, que pode ser utilizado por quase todas as mulheres acometidas da doença; e com menos efeitos colaterais. “É uma nova tecnologia que combina um anticorpo monoclonal, uma via de distribuição do medicamento de um laboratório japonês com uma quimioterapia mais moderna obtendo resultados impactantes para câncer de mama. É um remédio novo que poderá ser utilizado em quase todas as mulheres com câncer de mama metastático”, destacou.

O médico oncologista que integra o comitê consultivo dos estudos do medicamento para utilização em câncer de pulmão, disse que a droga é mais eficaz e tem menos efeitos colaterais.

O médico Pedro Isaacson Velho, do Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre, parceiro do Oncosite, foi o único brasileiro a receber a premiação do evento que valoriza a pesquisa científica global, o que deve resultar na atração de novas tecnologias e mais pesquisas na área do câncer para a região, destacou Fábio Franke ao reafirmar os planos ambiciosos de crescimento em várias áreas da pesquisa clinica que essa parceria vai proporcionar ao Oncosite.

O congresso ainda abordou outros avanços em imunoterapia, terapias com base na utilização viral como uma nova tendência de tratamento da doença, reiterando que o encontro serviu também para fechar parcerias e trazer os estudos para a região a partir da parceria Oncosite e Hospital Moinhos de Vento.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019