Ijuí/RS - Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
Manchetes
Modelo instituído para trabalho de apenados na Modulada será apresentado na Assembleia Legislativa
Digitalização de 2 milhões de processos será concluída até início de 2022, diz Presidente do Conselho de Comunicações do TJ-RS
Caminhão com placas de Ijuí tomba em Santiago
Aumentou movimento de microempreendedores junto a Sala do Emprendedor
Famurs faz encontro com prefeitos e diz que nenhum município será extinto
SMS espera intenso movimento de jovens para vacinar contra a Covid-19
Coronel Barros suspende temporariamente aplicação da vacina AstraZeneca
Câmara de Vereadores terá sessão ordinária na terça-feira
HCI implanta núcleo de ensino e pesquisa clínica
BM prende no centro homem foragido da justiça
Ijuí-RS
O tempo agora
4 de agosto de 2020

Marchezan confirma liberação de Porto Alegre para clássico Gre-Nal

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, decidiu por manter a liberação para realização de partidas de futebol na cidade. Com isso, o clássico Gre-Nal, válido pela final do returno do Gauchão, nesta quarta-feira, às 21h30min, será na Arena do Grêmio.

 

Segundo Marchezan, a decisão, anunciada nesta segunda-feira, foi tomada no “clima” do compromisso selado entre a Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Inter e Grêmio em manter a campanha e seguir conscientizando a população da Capital no combate à Covid-19.

 

Profile photo, opens profile page on Twitter in a new tab Nelson Marchezan Jr

@marchezan_
A @OficialFGF, @Gremio e @SCInternacional confirmaram que continuarão em campanha para conscientizar a população de Porto Alegre sobre os perigos do coronavírus. É neste clima que está confirmado o Gre-Nal desta quarta-feira (05).

Prefeitura e Empresários não chegam a acordo sobre flexibilização

A reunião da Prefeitura de Porto Alegre com as entidades empresariais, realizada na tarde desta segunda-feira, terminou sem nenhuma definição. A proposta da Prefeitura é definir um calendário com a retomada inicial pela construção civil e indústria, setores que geram menor impacto direto na circulação de pessoas.

 

Após, outras atividades poderiam reabrir de forma escalonada semanalmente. A cada duas semanas de liberações, uma ficaria com todos os setores fechados. A semana parada serviria para evitar aumento de contaminação e um novo fechamento no futuro.

Fonte: Rádio Repórter - Correio do Povo
voltar
© Copyright 2019