Ijuí/RS - Domingo, 07 de Agosto de 2022
Manchetes
3° suspeito de homicídio por tráfico de entorpecentes e mulher que estava foragida são presos pela Brigada Militar
29º BPM prende 2º suspeito de homicídio, por tráfico de entorpecentes em Ijuí
29º BPM prende homem por tráfico de entorpecentes em Ijuí
Prerrogativas da advocacia e lei do abuso de autoridade foi tema de evento na OAB de Ijuí
Festival do queijo e do vinho do Rotary tem todos os ingressos vendidos
Câmara inicia a implantação do Processo Legislativo Eletrônico
Igor Pavan é mais um contratado para defender o gol do São Luiz
HCI tem recursos garantidos pelo Ministério da Saúde para aquisição de novo Acelerador Linear
Médico oncologista de Ijuí participará de congresso europeu sobre diagnostico e tratamento do Câncer
Mulher é atingida com 12 golpes de faca em tentativa de feminicidio registrada em Ijuí
Ijuí-RS
O tempo agora
22 de julho de 2022

Julho Verde: HCI entrega aparelho que reabilita a fala de pacientes oncológicos que perderam a voz

Recuperar a comunicação através da voz é um sonho para aqueles que tiveram que passar por uma laringectomia total – retirada das cordas vocais -, e que agora se torna uma realidade aos pacientes do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). Conforme determinado pela portaria 3.728, de 22 de dezembro de 2020, a laringe eletrônica, dispositivo que permite a produção de fala a partir da produção de vibração pelo aparelho, que é transmitida através dos tecidos externos do pescoço ou bochecha, passa a ser oferecido gratuitamente pelo Ministério da Saúde, a pacientes no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Cada aparelho tem um custo médio de R$ 2,2 mil,  movido a bateria recarregável. Ao colocá-lo entre o queixo e o pescoço e apertando um botão, o paciente faz com que ele emita uma vibração no local onde antes existiam as cordas vocais. É produzida uma voz robótica e distante do padrão vocal habitual, porém, é perfeitamente compreensível e possibilita maior independência na comunicação.

Na terça-feira, dois pacientes, clinicamente estáveis e com qualidade de vida, que serão beneficiados com o aparelho, participaram de treinamento, juntamente com as equipes do Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), do Serviço de Nutrição e Dietética e da Fisioterapia, para o manuseio correto.

A ação integra a programação do Julho Verde, criada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, e tem por objetivo promover a conscientização mundial sobre os tumores de cabeça e pescoço, que representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). São considerados como câncer de cabeça e pescoço os tumores malignos nas regiões da laringe, boca, gengiva, amígdalas, céu da boca, língua, bochechas, tireoide, faringe, etc.

Cirurgião de cabeça e pescoço e diretor técnico do HCI, o médico Robledo Alievi foi o responsável pelo procedimento cirúrgico em um dos pacientes que receberá o aparelho, depois de 10 anos da realização da laringectomia total.

“Essa é uma ferramenta bastante conhecida como ‘pacientes que têm a voz de robô’. É a maneira mais fácil e rápida de os pacientes reabilitarem sua capacidade de comunicação, sendo um aparelho de uso relativamente fácil. Muitos pacientes conseguem utilizá-lo sozinhos, claro, o auxílio do fonoaudiólogo qualifica e acelera a recuperação e a qualidade do som, conseguindo lhes devolver essa capacidade de comunicação aliado à reabilitação social, no dia a dia. Tenho um paciente de Ibirubá, que é vereador, o que comprova ser este um meio que permite a recuperação rapidamente, voltando a normalidade da vida social, é um recurso sensacional”, comenta Robledo.

Agora, os pacientes contarão com o auxílio da fonoaudióloga do HCI, Carine Dalla Nora Siqueira, para o uso correto do equipamento. “As laringes eletrônicas serão entregues por mim, em terapia fonoaudiológica de reabilitação, para que possam usar de forma efetiva a voz de eletrolaringe”, reforça.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019