Ijuí/RS - Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
Manchetes
Estado atinge número de 60 mortes por dengue
Busnello apresenta ante projeto que prevê parcelamento de dívidas dos usuários do Demei
Leoveral de Oliveira é reconduzido à presidência da Associação dos Aposentados de Ijuí
Finais do Futsal Municipal terão transmissão da Rádio Repórter
Conclusão de obras da Corsan possibilita asfaltamento de trecho da rua Jorge Leopoldo Weber
Mais de duas toneladas de alimentos impróprios para consumo são apreendidas em operação em Ijuí
Associação Cultural Canto de Luz define nova diretoria
Sindilojas realiza workshop sobre a Lei de Proteção de Dados
Educação, prevenção e Inclusão. Proerd encerra ciclo de palestras na Apae de Ijuí
Homem acusado de furto mão grande e que estava foragido é preso pela BM
Ijuí-RS
O tempo agora
21 de outubro de 2019

Inter falha na defesa e perde para o Vasco no Beira-Rio

Inter criou, martelou e pressionou, mas acabou derrotado pelo Vasco por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Beira-Rio. O jogo teve como principal figura em campo o goleiro Fernando Miguel, responsável por pelo menos quatro defesas importantes. O único gol da partida foi marcado aos 8 minutos do segundo tempo, por Marrony, após falha coletiva na defesa colorada. Este foi o primeiro revés do Colorado em seus domínios no Campeonato Brasileiro.

 

 

 

Com o resultado, o Inter ficou na sexta colocação com 42 pontos, mas poderá perder uma posição para o Bahia, no fechamento da rodada. O time de Roger Machado irá jogar nesta segunda-feira contra o Ceará e se vencer passa o Colorado. No próximo sábado, às 19h, o Inter volta a entrar em campo para encarar o próprio Tricolor de Aço na Fonte Nova.

 

 

Pressão e gol anulado 

 

Após a vitória sobre o Avaí, o Inter entrou em campo para encarar o Vasco com alguns reforços. Cuesta retornou para zaga e começou atuando ao lado de Bruno Fuchs. O restante do time foi o mesmo que atuou na Ressacada. Com a bola rolando, o Inter começou superior e com mais posse de bola chegou a ter um gol anulado no final do primeiro tempo.

 

 

O primeiro lance de perigo do Inter foi criado logo aos quatro minutos, quando Guerrero recebeu um lançamento dentro da área e se adiantou ao goleiro Fernando Miguel. O centroavante tirou o goleiro da jogada, mas perdeu o ângulo. Ele tentou cruzar para o centro, mas o passe saiu fraco demais.

 

 

Dez minutos depois, o Inter chegou novamente. Em alta velocidade, Guerrero driblou Leandro Castán e serviu D’Alessandro na entrada da área, já no lado direito. O argentino chegou a enquadrar o corpo para chutar e bateu colocado. A bola, no entanto, subiu demais, para desespero do próprio camisa 10.

 

 

O Vasco começou a aparecer no jogo a partir dos 20 minutos, principalmente com as investidas de Ferreira e Ribamar pelo meio e de Rossi, pela ponta direita. Em uma delas, aos 22 minutos, Ferreira conseguiu vencer Heitor na corrida e bateu forte para uma grande defesa de Lomba. Na sequência do lance, Rossi passou como quis por Zeca e cruzou forte. Na tentativa de afastar, Heitor quase fez contra.

 

 

Apesar do susto vascaíno, o Inter seguiu com mais posse de bola e aproveitando os espaços deixados pela marcação carioca. Com boa desenvoltura do meio-campo, o Colorado chegou a sufocar o adversário. Aos 25, D’Alessandro apareceu de novo na partida em um lance importante. Ele recebeu no meio, fintou seu marcador e bateu colocado. Desta vez, a bola tinha endereço, mas Fernando Miguel fez uma grande intervenção.

 

 

Destaque do jogo, D’Alessandro chegou a marcar seu gol aos 44 minutos. Após um escanteio, Fernando Miguel afastou a bola. Ela sobrou para D’Ale, que de fora da área chutou colocado e a bola entrou no ângulo. Seria um golaço se não fosse o VAR. Após a análise da imagem, o árbitro Vinícius Gonçalves viu uma falta de Victor Cuesta em cima de Henríquez e anulou o tentou já no fim da primeira etapa.

 

 

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019