Ijuí/RS - Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
21 de outubro de 2019

Inter falha na defesa e perde para o Vasco no Beira-Rio

Inter criou, martelou e pressionou, mas acabou derrotado pelo Vasco por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Beira-Rio. O jogo teve como principal figura em campo o goleiro Fernando Miguel, responsável por pelo menos quatro defesas importantes. O único gol da partida foi marcado aos 8 minutos do segundo tempo, por Marrony, após falha coletiva na defesa colorada. Este foi o primeiro revés do Colorado em seus domínios no Campeonato Brasileiro.

 

 

 

Com o resultado, o Inter ficou na sexta colocação com 42 pontos, mas poderá perder uma posição para o Bahia, no fechamento da rodada. O time de Roger Machado irá jogar nesta segunda-feira contra o Ceará e se vencer passa o Colorado. No próximo sábado, às 19h, o Inter volta a entrar em campo para encarar o próprio Tricolor de Aço na Fonte Nova.

 

 

Pressão e gol anulado 

 

Após a vitória sobre o Avaí, o Inter entrou em campo para encarar o Vasco com alguns reforços. Cuesta retornou para zaga e começou atuando ao lado de Bruno Fuchs. O restante do time foi o mesmo que atuou na Ressacada. Com a bola rolando, o Inter começou superior e com mais posse de bola chegou a ter um gol anulado no final do primeiro tempo.

 

 

O primeiro lance de perigo do Inter foi criado logo aos quatro minutos, quando Guerrero recebeu um lançamento dentro da área e se adiantou ao goleiro Fernando Miguel. O centroavante tirou o goleiro da jogada, mas perdeu o ângulo. Ele tentou cruzar para o centro, mas o passe saiu fraco demais.

 

 

Dez minutos depois, o Inter chegou novamente. Em alta velocidade, Guerrero driblou Leandro Castán e serviu D’Alessandro na entrada da área, já no lado direito. O argentino chegou a enquadrar o corpo para chutar e bateu colocado. A bola, no entanto, subiu demais, para desespero do próprio camisa 10.

 

 

O Vasco começou a aparecer no jogo a partir dos 20 minutos, principalmente com as investidas de Ferreira e Ribamar pelo meio e de Rossi, pela ponta direita. Em uma delas, aos 22 minutos, Ferreira conseguiu vencer Heitor na corrida e bateu forte para uma grande defesa de Lomba. Na sequência do lance, Rossi passou como quis por Zeca e cruzou forte. Na tentativa de afastar, Heitor quase fez contra.

 

 

Apesar do susto vascaíno, o Inter seguiu com mais posse de bola e aproveitando os espaços deixados pela marcação carioca. Com boa desenvoltura do meio-campo, o Colorado chegou a sufocar o adversário. Aos 25, D’Alessandro apareceu de novo na partida em um lance importante. Ele recebeu no meio, fintou seu marcador e bateu colocado. Desta vez, a bola tinha endereço, mas Fernando Miguel fez uma grande intervenção.

 

 

Destaque do jogo, D’Alessandro chegou a marcar seu gol aos 44 minutos. Após um escanteio, Fernando Miguel afastou a bola. Ela sobrou para D’Ale, que de fora da área chutou colocado e a bola entrou no ângulo. Seria um golaço se não fosse o VAR. Após a análise da imagem, o árbitro Vinícius Gonçalves viu uma falta de Victor Cuesta em cima de Henríquez e anulou o tentou já no fim da primeira etapa.

 

 

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019