Ijuí/RS - Domingo, 07 de Agosto de 2022
Manchetes
3° suspeito de homicídio por tráfico de entorpecentes e mulher que estava foragida são presos pela Brigada Militar
29º BPM prende 2º suspeito de homicídio, por tráfico de entorpecentes em Ijuí
29º BPM prende homem por tráfico de entorpecentes em Ijuí
Prerrogativas da advocacia e lei do abuso de autoridade foi tema de evento na OAB de Ijuí
Festival do queijo e do vinho do Rotary tem todos os ingressos vendidos
Câmara inicia a implantação do Processo Legislativo Eletrônico
Igor Pavan é mais um contratado para defender o gol do São Luiz
HCI tem recursos garantidos pelo Ministério da Saúde para aquisição de novo Acelerador Linear
Médico oncologista de Ijuí participará de congresso europeu sobre diagnostico e tratamento do Câncer
Mulher é atingida com 12 golpes de faca em tentativa de feminicidio registrada em Ijuí
Ijuí-RS
O tempo agora
24 de junho de 2022

Incêndio mata 11 em Centro de Tratamento à dependentes químicos de Carazinho

Foto: Corpo de Bombeiros – Carazinho

Um incêndio na noite desta quinta-feira(23), no Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos (Cetrat), no bairro Vila Rica, em Carazinho deixou o saldo de 11 mortos e pelo menos três pessoas feridas, sendo dois com gravidade.

Conforme o Corpo de Bombeiros, dois feridos foram levados a hospital de caridade de Carazinho e estão em estado grave. Todos os mortos são homens e entre eles está um monitor do Cetrat. O fogo teria iníciado por volta das 23 horas de ontem e as causas do  sinistro fatal ainda são desconhecidas.

O delegado regional Jader Ribeiro Duarte e o Tenente Coronel Maffei do Corpo de Bombeiros acompanham no local o desenrolar dos fatos e a investigação para apurar as causas do incêndio que consumiu 100% do imóvel que tinha estrutura toda em madeira e no momento do sinistro abrigava pelo menos 15 pessoas.

O local abrigava pessoas em recuperação da dependência química de Carazinho e outros município daquela região. O incêndio é a maior tragédia já registrada no município em seus 91 anos de fundação. As cidades de origem das pessoas que acabaram perdendo a vida no sinistro ainda estão sendo apuradas.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019