Ijuí/RS - Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
Manchetes
Secretários de educação da AMUPLAM se encontraram em Condor
Deputado Jerônimo Goergen deixará a Política
Homem com teste positivo para Coronavírus incorre em crime após descumprir isolamento
Panambi segue vacinação nesta sexta-feira contra covid-19
Prefeitura de Ijuí alerta a população sobre obras de esgotamento sanitário
Parecer do Cremers já embasou cerca de 384 decisões judiciais sobre pedidos de liberdade de presos por covid-19
Escola Miguel Burnier tem projeto em andamento para construção de mobiliário especial.
Serviço terceirizado: Corsan fará atualização de cadastro de seus usuários em Ijuí
De Cruz Alta para o Paraná: Dom Adelar Baruffi é nomeado Arcebispo de Cascavel
PRF apreende veículo com mais de 15 mil maços de cigarros em Cruz Alta
Ijuí-RS
O tempo agora
23 de agosto de 2021

Ijuí realiza projeto piloto em bairros para controlar o mosquito da dengue

Com índices considerados aceitáveis em relação a presença do mosquito aedes aegipty, o município trabalha agora na perspectiva de controlar ainda melhor a proliferação do transmissor da dengue em Ijuí. A utilização de um projeto piloto inicialmente em vários bairros da cidade, pretende atrair a fêmea do mosquito para uma armadilha onde ela irá depositar os ovos, que posteriormente irão para estudos em laboratório com o propósito de conhecer melhor a circulação viral.

A finalidade é saber com maior precisão a quantidade de ovos e a capacidade de proliferação do mosquito, buscando diminuir ainda mais a presença do inseto na comunidade. Num primeiro momento, serão instaladas 47 armadilhas nos bairros Jardim, Novo Leste, Modelo e Lambari, devido a sua proximidade com a rodovia 155 e com a rodoviária e o Assis Brasil, pela quantidade de piscinas instaladas.

Atualmente segundo o médico veterinário Ortiz Schröer Junior e Rinaldo Pezetta, coordenadores da Vigilância em Saúde e Ambiental, respectivamente, o controle é apenas sobre a larva e o mosquito alado, evoluindo agora para a eliminação do ovo, com uso da nova ação tecnológica.

Com pico máximo de infestação atingido em março de 3,5%, a ideia é exercer um controle efetivo da população do aedes aegipty. Quanto aos casos de dengue neste momento, o número é de 29 confirmados, e um de Chikungunya de um total de 147 suspeitas.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019