Ijuí/RS - Sexta-feira, 01 de Julho de 2022
Manchetes
Estado atinge número de 60 mortes por dengue
Busnello apresenta ante projeto que prevê parcelamento de dívidas dos usuários do Demei
Leoveral de Oliveira é reconduzido à presidência da Associação dos Aposentados de Ijuí
Finais do Futsal Municipal terão transmissão da Rádio Repórter
Conclusão de obras da Corsan possibilita asfaltamento de trecho da rua Jorge Leopoldo Weber
Mais de duas toneladas de alimentos impróprios para consumo são apreendidas em operação em Ijuí
Associação Cultural Canto de Luz define nova diretoria
Sindilojas realiza workshop sobre a Lei de Proteção de Dados
Educação, prevenção e Inclusão. Proerd encerra ciclo de palestras na Apae de Ijuí
Homem acusado de furto mão grande e que estava foragido é preso pela BM
Ijuí-RS
O tempo agora
8 de novembro de 2019

Grêmio vence o CSA por 2 a 1 e entra no G4 do Brasileirão

Diante de um CSA limitado tecnicamente, o Grêmio sofreu um grande susto. Sem acelerar e até com certo nível de displicência em alguns momentos, o Tricolor vencia por 1 a 0 até os 45 minutos do segundo tempo, na noite desta quinta-feira, na Arena.

 

Mas em final de jogo eletrizante, acabou sofrendo o empate nos acréscimos, e foi buscar a virada no último lance de ataque. No fim, vitória por 2 a 1 com atuação abaixo da média nas últimas partidas.

 

 

O primeiro gol foi marcado muito cedo, e deu a impressão de que o Grêmio atropelaria o CSA na Arena. Nos acréscimos, Rafinha empatou para o CSA. E com um gol contra no fim da partida, marcado por Ronaldo Alves, o Tricolor chegou a vitória.

 

 

A jornada fez o Grêmio ingressar no G4 do Brasileirão. Com a combinação de resultados e a derrota do São Paulo, subiu para a 4ª posição, com 53 pontos somados. No próximo jogo, o Tricolor enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, no domingo, às 19h.

Grêmio marca cedo, mas diminui ritmo

 

O técnico Renato Portaluppi manteve quase todo o o time que venceu o clássico Gre-Nal na Arena por 2 a 0 no último domingo. A única modificação se deu por conta do já conhecido rodízio na lateral direita. Rafael Galhardo, que esteve em campo no confronto contra o Inter, ficou de fora e deu lugar ao veterano Léo Moura.

 

 

Superior na técnica e muito adiante na tabela de um adversário que briga contra o rebaixamento para a Série B, não levou muito tempo para que o Grêmio conseguisse se impor e traduzir isso em vantagem no placar. Logo aos 7 minutos da etapa inicial, Everton recebeu passe de Cortez, foi ao fundo pelo lado esquerdo e cruzou para a área. De chapa com o pé direito, Tardelli empurrou para as redes com categoria para fazer 1 a 0 na Arena.

 

 

Com o placar favorável, o Grêmio nem precisou acelerar ou imprimir intensidade para ficar confortável. Superior tecnicamente, o Tricolor jogou ao natural. Em alguns momentos, pareceu até frear o ritmo de jogo. Ainda assim, dominou completamente as ações. Com 20 minutos do primeiro tempo, chegou a ter 70% da posse de bola, sem encontrar resistência do CSA.

 

 

A linha tênue entre comodismo e desatenção apareceu para o Grêmio por estar muito tranquilo no jogo. Acomodado e diminuindo demais o ritmo, o Tricolor viu o CSA ameaçar. Aos 31 minutos, a equipe do técnico Argel criou boa chance. Em tabela que envolveu Geromel e Matheus Henrique, Euller recebeu na frente, sem marcação, e bateu cruzado. A bola passou a frente do goleiro Paulo Victor, com perigo.

 

 

Após dominar a posse da bola, o Grêmio passou a errar alguns passes, evidenciando até certa displicência. Mais do que isso, passou a insistir e forçar o jogo pelo meio, sem abrir a bola pelas pontas, único caminho possível diante de um CSA fechado. Antes do intervalo, a desconcentração ficou evidente quando os pontas passaram a errar cruzamentos. Nesse ritmo, o Tricolor levou apenas 1 a 0 para o intervalo.

 

 

Fim de jogo eletrizante

 

 

Para tentar corrigir a equipe e dar mais volume ofensivo ao CSA, Argel Fucks colocou em campo um atacante no intervalo. Sacou Didira para a entrada de Bruno Alves. Mas o panorama do confronto pouco mudou nos minutos iniciais. Sem forçar, Grêmio seguiu trabalhando bola na entrada da área do adversário. O time de Argel Fucks seguiu inofensivo, sem conseguir reter a bola.

 

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019