Ijuí/RS - Domingo, 20 de Junho de 2021
Manchetes
Estado recebe e distribui vacinas Coronavac nesta sexta-feira
SMED de Ijuí fez entrega de agasalhos a Secretaria de Desenvolvimento Social
Cerca de 30% da área da cultura de trigo na região de Ijuí já está implantada
Secretaria de Desenvolvimento Social de Ijuí e Gabinete da primeira dama realizam várias ações no município
Vereador Pompeo de Mattos avalia trabalhos no legislativo municipal e não descarta possibilidade de concorrer a deputado estadual
Presidente da AMUPLAM questiona modelo do sistema de ocupação hospitalar utilizado pelo estado durante a pandemia
Comitiva de Ijuí busca apoio da superintendência do DAER em Cruz Alta para revitalização da ERS 218
Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa está presente em 29 municípios da região de Ijuí
Ijuí registrou ontem 36 novos casos de covid-19
Casa familiar rural de Catuípe conclui semestre com aulas remotas
Ijuí-RS
O tempo agora
31 de agosto de 2019

Grêmio e São Paulo não saem do 0 a 0 no Morumbi

Em um dia de sol e calor na capital paulista, Grêmio e São Paulo fizeram uma partida morna, de altos e baixos, no estádio Morumbi e não saíram do 0 a 0 na partida válida pela 17ª rodada do Brasileirão. A equipe alternativa montada pelo técnico Renato Portaluppi até tentou, mas não conseguiu criar muitas oportunidades e reproduzir o ritmo e imponência que o time principal coloca em campo, principalmente nas Copas. Já os donos da casa, empurrados pela torcida, tiveram mais chances, mas também cometeram muitos erros, principalmente nas finalizações.

 

Com o resultado, o Grêmio termina a partida na 11ª colocação, com 22 pontos. Durante o final de semana, o Tricolor pode ser passado pelo Goiás, Ceará e Vasco e terminar na 14ª colocação. Já o São Paulo soma agora 31 pontos e fica em 3° na tabela do Brasileirão.

 

O Tricolor gaúcho fez um primeiro tempo irregular, com poucos momentos de força ofensiva e perigo, sem criação no meio campo, e viu os adversários dominarem boa parte da parcial. Nos minutos iniciais e finais, os donos da casa colocaram pressão com trocas de passes pelo meio, mas a insistência por esta zona facilitava a boa marcação na defesa gremista, obrigando as tentativas de chute de longa distância.

 

Já na segunda parcial, o Grêmio entrou em campo com um estilo mais parecido com o seu tradicional: troca de passe e iniciativa de saída de bola, mas sem muita velocidade. O São Paulo, então, apostava nos contra-ataque, mas não foi suficiente para nenhuma das partes abrir o marcador.

Primeiro tempo irregular

 

Em meio à escalação alternativa montada por Renato, Everton foi o único titular que começou o jogo. Mas a estrela do time não conseguiu mostrar suas credenciais devido ao meio-campo pouco articulado e com pouca criação.

 

Foram os donos da casa que mostraram maior volume e potencial ofensivo na metade inicial do primeiro tempo, com Tchê Tchê e Dani Alves – ovacionado pela torcida a cada lance – comandando o ataque dos paulistas, sobretudo pelo lado direito.

 

Aos oito minutos, Antony perde um gol daqueles para lamentar. Tchê Tchê recebeu na grande área, chutou e a bola desviou em Capixaba, sobrando para o jovem de 19 anos, perto da pequena área. O atacante finalizou de primeira, cruzado, mas para fora. Os mandantes continuaram a colocar pressão, articulando com relativa facilidade na aproximação, mas sem muita precisão no toque final e com boas participações de David Braz no desarme.

 

O Grêmio, aos poucos, foi se encontrando na partida e começando a criar mais no meio-campo, com Tardelli, Luan e Everton. Mas a melhor chance do Tricolor gaúcho foi com Capixaba, quando o relógio marcava 25″. O lateral recebeu grande passe de Luan, que atento, se antecipou e interceptou passe de Juanfran para Arboleda na grande área. O goleiro Tiago Volpi se esticou para fazer a defesa e impedir que o placar saísse do zero a zero.

Pressão paulista no fim da primeira etapa

 

A parada para hidratação devido aos 30ºC na manhã de sábado na capital paulista – a recomendação é de que haja pausa quando os termômetros marcam mais de 28ºC – interrompeu o bom momento da equipe de Renato. Já o time do técnico Cuca voltou com mais insistência e marcação adiantada, o que rendeu boas oportunidades. Aos 39 minutos, o São Paulo chegou com perigo após roubada de bola de Tchê Tchê, que encontrou Dani Alves na velocidade. O camisa 10 tentou fazer o corta luz para Antony, mas Capixaba fez o corte.

 

Com dificuldade de furar a marcação, os donos da casa buscaram arriscar de média e longa distância. Tchê Tchê, um dos destaques da parcial, tentou colocado, mas a bola subiu demais. Depois, Reinaldo fez boa jogada, se livrando de boa marcação e encontrou Antony. Ele tentou chutar colocado de esquerda e mandou para fora. Aos 49 minutos, Júlio César fez sua primeira defesa, em tento de Tchê Tchê, que recebeu de Juanfran na entrada da área, após este desarmar a saída de bola do Tricolor gaúcho. O árbitro apitou o fim com seis minutos de acréscimo.

Maior regularidade na segunda parcial

 

A segunda metade começou mais disputada, com os times alternando a posse, mas nem por isso com mais qualidade. Os erros de passe de ambas as equipes proporcionaram um jogo truncada. O Grêmio voltou mais articulado na intermediária, tabelando e saindo mais para o ataque, e teve grande chance como Thaciano, aos 10 minutos. O meia arriscou de longe após boa tabela de Tardelli e Everton. Volpi se esticou para mandar para escanteio.

 

Com a tônica do jogo virada, os donos da casa tentavam explorar os contra-ataques. Trocando bola, o São Paulo chega ao campo de ataque, mas errava muito no passe final e continuava a insistir pelo meio do campo, sem explorar seus laterais. Quando isso ocorreu, aos 19 minutos, em lance aberto pela esquerda, Antony conduziu até a linha de fundo e cruzou para Vitor Bueno na grande área. O meia tentou dominar, mas a zaga afastou para o meio de campo.

 

Para dar mais cadência e velocidade, Renato lançou Darlan e Pepê nos lugares de Luan e Luciano, respectivamente. As mudanças não surtiram muito efeito e a alternância de posse continuou. Depois de mudanças que deixaram o time mais ofensivo, o São Paulo proporcionou minutos de tensão ao resolver penetrar pelas laterais. Aos 37, Igor Gomes tentou despretensiosamente de fora da área e Júlio César espalmou para fora. Um minuto depois, o goleiro fez outra importante defesa, quando Antony partiu para cima da marcação, cortou para o meio e bateu de esquerda.

 

Mesmo com um homem a menos – Antony foi expulso pelo segundo amarelo após falta em Capixaba –, os mandantes partiram para cima nos oitos minutos de acréscimo sinalizados pelo árbitro. Contudo, não foi o suficiente para tirar o zero do placar em um Morumbi lotado.

Brasileirão 2019 – 17ª Rodada 

 

São Paulo 0 

Volpi, Anderson Martins, Arboleda, Reinaldo, Dani Alves, Vitor Bueno, Liziero, Juanfran, Everton, Tchê Tchê e Antony.
Técnico: Cuca

 

Grêmio 0 

Júlio Cesar, Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz, Juninho Capixava, Michel, Thaciano, Luan (Darlan), Luciano (Pepê), Everton e Diego Tardelli (Patrick).
Técnico: Renato Portaluppi

 

Cartões amarelos: Antony (São Paulo), Luciano (Grêmio)
Cartões vermelhos: Antony (São Paulo)

Local: Estádio Morumbi, São Paulo

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

 

Fonte: Correio do Povo

voltar
© Copyright 2019