Ijuí/RS - Sexta-feira, 03 de Dezembro de 2021
Manchetes
Aumenta número de pedidos de Proagro junto a Emater municipal
Gerente regional anuncia liberação de espaços externos do Sesc à comunidade
Veículo furtado em Santa Rosa é recuperado pela PRE
Secretário de Governança do Estado conclama eleitores da região a participar da Consulta Popular
"Aqui me sinto bem", diz Márcio Goiano sobre retorno ao São Luiz
Natal na Unijuí acontece neste domingo
14º Salário para segurados do INSS vai para a CCJ da Câmara dos Deputados
Executivo buscará junto a ACI, doação da marca Expo Ijuí Fenadi
Projeto de padronização da Avenida 21 de Abril prevê retirada dos canteiros centrais
Com ou sem recursos da LIC, cidade estará iluminada dia 12, diz prefeito
Ijuí-RS
O tempo agora
13 de setembro de 2020

Grêmio e Fortaleza empatam na Arena em jogo de poucas oportunidades de gol

Grêmio e Fortaleza ficaram no empate em 1 a 1 na tarde deste domingo, na Arena. Em um jogo de poucas chances de ataque, o Tricolor voltou a demonstrar dificuldades para superar defesas fechadas em seus domínios. Com o resultado, os comandados de Renato Portaluppi chegam ao sexto empate em 10 jogos e somam 12 pontos no Brasileirão.

 

No primeiro tempo, Osvaldo abriu o placar aos 16 minutos e o Tricolor gaúcho passou todo tempo pressionando os cearenses, mas não conseguiu transformar a maior posse de bola em gols. Na etapa final, Diego Souza empatou em cobrança de pênalti.

 

Os comandados de Renato Portaluppi voltam a campo na quarta-feira para enfrentar a Universidad Católica, às 21h30min, no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. Pelo Brasileirão, o próximo adversário é o Palmeiras, no próximo domingo, às 16h, na Arena.

 

Fortaleza abre o placar

O Grêmio iniciou o jogo tentando pressionar o Fortaleza, mas foi o time cearense que criou a primeira boa oportunidade. Aos três minutos, Osvaldo foi lançado pelo lado esquerdo do ataque, invadiu a área, marcado à distância por Geromel, e chutou forte. Vanderlei fez a defesa, empurrando a bola pela linha de fundo.

 

Até os 15, o Grêmio tinha maior posse de bola, 66% contra 34% e havia chutado quatro vezes na direção da meta de Felipe Alves, mas todas foram para fora. O Fortaleza se fechava no campo defensivo e buscava os contra-ataques para levar perigo a meta gremista. Um minuto depois, Osvaldo cruzou da esquerda, a bola quicou na pequena área e foi parar no fundo das redes do Tricolor. Vanderlei saltou, mas não conseguiu chegar na esférica. Fortaleza 1 a 0.

 

A primeira grande oportunidade do Grêmio ocorreu aos 29. Diego Souza fez jogada de linha de fundo e passou para Alisson, na marca do pênalti. O meia bateu atrás de dois marcadores e obrigou a Felipe Alves a fazer grande defesa. Três minutos depois, Maicon sentiu um problema físico e deixou o gramado para a entrada de Robinho.

 

Nos minutos finais, o Tricolor gaúcho seguiu com maior posse de bola, 63% contra 37%, segundo dados do Sofascore, e atuando no campo ofensivo. Porém, a equipe não conseguiu furar o bloqueio defensivo preparador por Rogério Ceni.

 

Diego Souza empata

Na volta para o segundo tempo, Isaque deixou a equipe para a entrada de Luiz Fernando. Logo a dois minutos, Quintero empurrou Everton dentro da área e o árbitro Igor Benevenuto marcou a penalidade máxima. Diego Souza bateu, Felipe Alves defendeu e Luiz Fernando marcou no rebote, mas, após análise do VAR, o lance foi invalidade devido a invasão da área do atacante gremista.

 

Aos sete, na segunda cobrança, Diego Souza chutou no meio do gol, Felipe Alves chegou a tocar na bola, mas ela foi parar no fundo das redes. Grêmio 1 a 1 Fortaleza.

 

Após o gol, o clube cearense abandonou a postura defensiva e passou a tentar o segundo gol. Com o espaço deixado no campo de defesa, o Grêmio passou a contra-atacar. Aos 25, Luiz Fernando e Gabriel Dias discutiram, se empurraram, trocaram cabeçadas e acabaram expulsos.

 

Faltando cinco minutos para o fim do tempo regulamentar, Orejuela passou para Alisson, que tocou para Robinho, que lançou novamente o lateral. Ele bateu e Felipe Alves fez excelente defesa. Na cobrança de escanteio, Orejuela marcou o gol, mas a arbitragem anulou por impedimento.

 

Aos 44, Renato Portaluppi colocou Ferreira, após oito meses afastado dos gramados, e Guilherme Azevedo para as saídas de Everton e Orejuela. Nem mesmo os seis minutos de acréscimos foram suficientes para o Grêmio marcar o segundo gol e chegar a segunda vitória no Brasileirão, em 10 rodadas.

Campeonato Brasileiro – 10ª rodada

Grêmio (1)
Vanderlei; Orejuela (Guilherme Azecedo), Geromel, David Braz e Cortez; Darlan, Maicon (Robinho), Isaque (Luiz Fernando), Alisson e Everton (Ferreira); Luiz Fernando.
Técnico: Renato Portaluppi

 

Fortaleza (1)
Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Carlinhos (Bruno Melo); Ronald (Luiz Henrique), Juninho, David (Yuri César), Osvaldo (Derley) e Romarinho; Wellington Paulista (Marlon).
Técnico: Rogerio Ceni.

 

Gols: Osvaldo (16min/1ºT) e Diego Souza (7min/2ºT)
Cartões amarelos: Rogério Ceni, Derley e Osvaldo (F)
Cartões vermelhos: Luiz Fernando (G) e Gabriel Dias (F)

 

Árbitro: Igor Benevenuto (MG)
Auxiliares: Guilherme Camilo (MG/Fifa) e Sidmar Meurer (PR)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Fonte: Rádio Repórter - Correio do Povo / Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
voltar
© Copyright 2019