Ijuí/RS - Domingo, 03 de Julho de 2022
Manchetes
Homem com mandado de prisão expedido pela comarca de Carazinho é preso em Ijui
Homem é preso por trafico de entorpecentes em Ijui
Uruguaio Lugano conhece a realidade do São Luiz
Brigada Militar prende homem por tráfico de entorpecentes
100º Dia Internacional do Cooperativismo acontece neste sábado
Conselheiros de Saúde integrantes do Comus são empossados
APAE promove neste sábado 2º festival do cachorro quente para angariar fundos
Compliance, ferramenta de prevenção contra ilicitudes, é realidade no HCI
UABI coordena eleição no São Geraldo no domingo. Presidente ressalta bom relacionamento com o Executivo
Escola Civico Militar completa um ano no IMEAB
Ijuí-RS
O tempo agora
1 de novembro de 2019

Feliz pela convocação, Kannemann projeta confronto direto no Gre-Nal: “Briga difícil

O zagueiro Kannemann concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, dias antes do clássico Gre-Nal 422, que acontece no domingo, às 18h, na Arena. E o jogador não escondeu a felicidade: mais uma vez, o argentino integra a lista de convocados do técnico Lionel Scaloni, para dois amistosos com a seleção.

 

 

De poucas palavras, o defensor agradeceu por ser lembrado mais uma vez pelo comandante da Seleção. Disse estar muito feliz pela convocação para as duas partidas, contra Brasil e Uruguai, nos dias 15 e 18 de novembro. “Vou dar o melhor de mim, e espero que dê tudo certo”, resumiu.

 

Kannemann também projetou o clássico Gre-Nal. Citou que, mais uma vez, será um jogo “pegado”, pelas características das duas equipes, e pela dimensão que a partida tem para o futebol gaúcho. Destacou, ainda, o confronto direto na briga pela classificação à Libertadores do ano que vem. “São três pontos muito importantes para nós, e vamos fazer de tudo para que eles fiquem na Arena. Todo mundo está junto na tabela, então vai ser uma briga muito difícil”, ponderou.

 

O defensor não poupou elogios ao compatriota Victor Cuesta. O zagueiro do Inter é um dos destaques do Colorado na temporada. Kannemann definiu o adversário como “um grande jogador”, e disse ficar feliz pela Argentina estar bem representada no Brasil. “É uma disputa boa, nós dois jogamos bem. Eu trato de fazer o meu trabalho e desejo o melhor para os meus conterrâneos. Dentro de campo, ele vai defender o time dele, e eu o meu. Depois do apito final, tudo fica ali”.

 

Após a eliminação contra o Flamengo, na semifinal da Libertadores, o Grêmio venceu duas partidas seguidas, contra Botafogo e Vasco. Kannemann destacou o aspecto mental de uma equipe experiente para superar o momento adverso. “Podemos errar, mas é preciso esquecer. São jogos a cada três dias, e você precisa estar focado e preparado para dar o melhor dentro de campo, deixando o Grêmio o mais perto do topo possível”, frisou.

 

Fonte: Correio Do Povo
voltar
© Copyright 2019