Ijuí/RS - Domingo, 03 de Julho de 2022
Manchetes
Homem com mandado de prisão expedido pela comarca de Carazinho é preso em Ijui
Homem é preso por trafico de entorpecentes em Ijui
Uruguaio Lugano conhece a realidade do São Luiz
Brigada Militar prende homem por tráfico de entorpecentes
100º Dia Internacional do Cooperativismo acontece neste sábado
Conselheiros de Saúde integrantes do Comus são empossados
APAE promove neste sábado 2º festival do cachorro quente para angariar fundos
Compliance, ferramenta de prevenção contra ilicitudes, é realidade no HCI
UABI coordena eleição no São Geraldo no domingo. Presidente ressalta bom relacionamento com o Executivo
Escola Civico Militar completa um ano no IMEAB
Ijuí-RS
O tempo agora
2 de agosto de 2020

Facebook bloqueia no mundo todo contas investigadas por fake news

O Facebook publicou uma nota neste sábado (1º) informado que cumpriu a determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes e bloqueou as contas investigadas no inquérito das Fake News. Inicialmente, a rede social de Mark Zuckerberg deveria impedir o uso dos perfis no Brasil. No entanto, a restrição foi ampliada para o mundo todo quando contas passaram a ser usadas a partir de outros países.

 

A empresa argumentou que havia cumprido com a ordem de bloquear as contas no Brasil ao restringir a visualização das páginas e perfis a partir de endereços IP no país. Segundo o Facebook, isso impediria usuários brasileiros de acessar os conteúdos das contas que foram alvos da ordem judicial, mesmo que localização fosse alterada. “A mais recente ordem judicial é extrema, representando riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira e em conflito com leis e jurisdições ao redor do mundo” disse o Facebook em nota.

 

Após a empresa se negar a cumprir essa decisão, o ministro intimou o presidente do Facebook no Brasil. “Devido à ameaça de responsabilização criminal de um funcionário do Facebook Brasil, não tivemos alternativa a não ser cumprir com a ordem de bloqueio global das contas enquanto recorremos ao STF”, concluiu a empresa.

Fonte: Rádio Repórter - R7
voltar
© Copyright 2019