Economista afirma na Repórter que pesquisa aponta que 79,3% das pessoas tem algum tipo de dívida


A pandemia deixou as pessoas mais cautelosas em relação a gastos e endividamento, disse a economista chefe da Fecomércio/RS. Falando na Repórter, Patrícia Palermo, contou sobre as ações desenvolvidas em conjunto com o Sindilojas/Noroeste visando diminuir a inadimplência.

Segundo ela, a pesquisa mensal realizada pela entidade, revela que 79,3% das pessoas tem algum tipo de dívida e que a inadimplência está controlada. Tem gente que não consegue honrar a dívida, por alguma razão, como perda de emprego, redução de renda, problema de saúde ou separação.

Para manter o controle de gastos é preciso organizar o orçamento familiar, ensinou Patrícia Palermo, salientando que com plano é mais fácil de lidar com imprevistos. Reiterou que a inflação encareceu o crédito, exigindo que as famílias façam escolhas para não ficarem inadimplentes.

Inflação alta atenua os problemas, porém, desaquece a economia, observou a economista da Fecomércio, citando o crescimento da atividade econômica, que no ano que vem será de apenas um por cento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.