Ijuí/RS - Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
Manchetes
Secretários de educação da AMUPLAM se encontraram em Condor
Deputado Jerônimo Goergen deixará a Política
Homem com teste positivo para Coronavírus incorre em crime após descumprir isolamento
Panambi segue vacinação nesta sexta-feira contra covid-19
Prefeitura de Ijuí alerta a população sobre obras de esgotamento sanitário
Parecer do Cremers já embasou cerca de 384 decisões judiciais sobre pedidos de liberdade de presos por covid-19
Escola Miguel Burnier tem projeto em andamento para construção de mobiliário especial.
Serviço terceirizado: Corsan fará atualização de cadastro de seus usuários em Ijuí
De Cruz Alta para o Paraná: Dom Adelar Baruffi é nomeado Arcebispo de Cascavel
PRF apreende veículo com mais de 15 mil maços de cigarros em Cruz Alta
Ijuí-RS
O tempo agora
2 de julho de 2021

Doutor Jorge Brust afirma que tarefa do Cremers é fiscalizar exercício dos profissionais já no exercício do cargo e não os cursos de medicina

Coordenador do curso de Medicina da Unijui, professor/doutor, Jorge Brust, incomodado com os comentários do presidente do Cremers, Carlos Isaía Filho, feitos nesta semana em entrevista ao Fatorama, replicou, afirmando que a tarefa da entidade é fiscalizar o exercício dos profissionais da medicina já formados e no exercício do cargo e não os cursos de medicina.

Quem cria e avalia qualquer curso é o MEC, sendo que todas as garantias foram dadas, tanto que a Medicina foi autorizada e já está em seu terceiro ano. Outro diferencial do curso é que ele acontece numa universidade conceituada, onde 80% dos professores são mestres e doutores.

Houve ainda um crescimento acentuado na procura pelo curso de medicina da Unijuí, de cerca de quatrocentos no início para perto de mil candidatos. Para o doutor Jorge Brust, o presidente do Cremers, é um sujeito desinformado e fora de suas funções.

Sobre a afirmação de Carlos Isaía Filho, de que a quantidade de leitos pelo SUS é insuficiente, doutor Jorge citou os 154 do HCI, mais 88 do Hospital Bom Pastor, além de leitos existentes nos hospitais de Panambi e Santo Ângelo e da possibilidade de fechar com o São Vicente de Paulo de Cruz Alta em breve, o que soma quase 600 leitos, número mais que suficiente para garantir o aprendizado e a prática dos futuros 156 médicos em formação em Ijuí, frisou o coordenador, Jorge Brust.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019