Ijuí/RS - Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2022
Manchetes
Incêndio é registrado no aterro sanitário
Congresso Nacional retoma atividades dia 1º e Pompeo diz que foco será aprovação do 14º dos aposentados e pensionistas
Ijuí já passa de 1,5 mil casos de Covid-19. Jovens entre 20 e 39 anos são os mais infectados
Multa de R$ 5 mil: SMMA já sabe quem descartou clandestinamente lixo em via que recém havia sido limpa por servidores da prefeitura
São Luiz anuncia contratação de mais um lateral esquerdo
Mesmo com atendimentos em queda no final de semana, número de infectados com Covid só aumenta em Ijuí
CNH do RS é a mais cara da região Sul do País
Prefeito de Nova Ramada está em Porto Alegre para assinar convênio de acesso asfáltico
Prefeito Andrei Cossetin está de férias
Bozano é contemplado com recursos do Programa Ilumina RS
Ijuí-RS
O tempo agora
3 de setembro de 2021

Dados do Caged mostram que Ijuí e Santa Rosa tem os melhores resultados na região em termos de empregabilidade

O Ministério da Economia divulgou, nesta semana, os dados mais recentes do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) de todos os municípios do País, com informações que apresentam o quadro geral do mercado de trabalho formal nas cidades brasileiras.

Dados divulgados esta semana pelo Ministério da Economia, mostram que Santo Ângelo, teve saldo positivo de empregos no primeiro semestre de 2021. Segundo os números do Caged, foram 3.624 demissões de janeiro a junho deste ano na capital das Missões, contra 4.192 contratações, gerando um saldo positivo de 568 empregos novos com carteira assinada no período. Com isso, a cidade superou a marca dos 18 mil trabalhadores formais registrados nos primeiros seis meses do ano.

Considerando os resultados obtidos no mês de julho, os números são ainda mais positivos. Com os 41 empregos criados no último mês, a economia santo-angelense chega a um saldo positivo de 609 novas vagas formais de emprego em 2021. Entre os principais setores da economia local, a indústria teve especial destaque de janeiro a julho em termos de empregabilidade. Com mais de 1,4 mil contratações no período, as empresas do ramo industrial criaram 279 novas vagas de emprego, e se aproximam de 5 mil postos fixos de trabalho.

O segmento de serviços também apresentou forte crescimento no número de vagas em Santo Ângelo, com 227 novos postos de trabalho, e segue como o setor que mais emprega na cidade: são 6.425 trabalhadores registrados. Com a reabertura gradual de atividades, o comércio local também apresenta crescimento de empregos: 119 novos postos de trabalho, e um total de 5,4 mil trabalhadores registrados.

Na macrorregião Noroeste-Missões, os melhores resultados em termos de empregabilidade nos primeiros sete meses do ano estão em Santa Rosa e Ijuí. A economia de Santa Rosa gerou 874 novas vagas de trabalho no período, enquanto em Ijuí foram 823 empregos formais criados.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019