Ijuí/RS - Terça-feira, 05 de Julho de 2022
Manchetes
Prefeitos da região vão a Brasília pela compensação de valores devido a redução de impostos promovida pelo governo Federal
CNM aponta impacto imediato nas receitas municipais de R$ 73 milhões devido a redução do ICMS
Programa em parceria com a prefeitura busca selecionar famílias para receber crianças em suas casas
Óbito de número 300 por Covid-19 foi registrado em Ijuí
Daniel Franco deixa o comando técnico do São Luiz
8° Edição da Expocelb é lançada em Coronel Barros
Novos ritos na Seplan aceleram processos em prol do desenvolvimento
PC apreende 4kg de Cocaína e 1kg de Crack durante abordagem a veículo
Inadimplência de consumidores do Demei ultrapassa R$ 12 milhões
Municipal de Futsal conhece seus campeões
Ijuí-RS
O tempo agora
15 de abril de 2022

Convenção coletiva define reajuste de 10,08% para comerciários

Comerciários que atuam em Ijuí e nos 28 municípios da região de abrangência do Sindilojas Noroeste terão reajustes nos salário de 10,08% conforme acordado em convenção coletiva da categoria.

Informação do vice diretor do conselho de relações de trabalho do sindicato lojista, Valmir Elton Seifert é de que o percentual será pago de forma retroativa a março, com primeira parcela sendo depositada em maio e a segunda em setembro.

Chico Seifert disse no Repórter na Tarde que o diálogo entre o presidente Juarez Neme da Costa do Sindilojas e Ari Bauer dos comerciários buscou atender o anseio das duas partes, tendo em vista dificuldades que vem sendo enfrentadas nos último anos devido à pandemia nos diversos segmentos do comércio.

A partir da definição do percentual,  os trabalhadores do comércio em geral passam a ter um piso salarial de R$ 1.592,00. Já oficce Boys,  empacotadores R$ 1.520,00 e o menor aprendiz receberá o valor de um salário minimo proporcional às horas de trabalho.

Na reunião entre as entidades sindicais não se falou em horários do comércio para o período de Páscoa, mas conforme Seifert já houve o início das negociações para definir o formato dos horário a serem observados no período de Natal.

” Foi um acordo onde se pensou nas necessidades dos dois lados tendo em vista dificuldades enfrentadas nos últimos anos e acreditamos que o resultado final ficou dentro da expectativa “, disse Chico.

O empresário também discorreu sobre perspectivas para o comércio e disse que os efeitos da estiagem passarão a ser sentidos a partir de junho, quando , segundo ele, haverá pouca circulação de dinheiro , devido a crise do setor rural.

” Será necessário o Sindilojas capitanear campanhas de incentivo ao consumo,  mobilizando Lojistas de sua região de atuação para a movimentação do comércio e manutenção da economia aquecida; e neste sentido as tratativas também já começaram”, afirmou.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019