Ijuí/RS - Domingo, 20 de Junho de 2021
Manchetes
Estado recebe e distribui vacinas Coronavac nesta sexta-feira
SMED de Ijuí fez entrega de agasalhos a Secretaria de Desenvolvimento Social
Cerca de 30% da área da cultura de trigo na região de Ijuí já está implantada
Secretaria de Desenvolvimento Social de Ijuí e Gabinete da primeira dama realizam várias ações no município
Vereador Pompeo de Mattos avalia trabalhos no legislativo municipal e não descarta possibilidade de concorrer a deputado estadual
Presidente da AMUPLAM questiona modelo do sistema de ocupação hospitalar utilizado pelo estado durante a pandemia
Comitiva de Ijuí busca apoio da superintendência do DAER em Cruz Alta para revitalização da ERS 218
Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa está presente em 29 municípios da região de Ijuí
Ijuí registrou ontem 36 novos casos de covid-19
Casa familiar rural de Catuípe conclui semestre com aulas remotas
Ijuí-RS
O tempo agora
7 de junho de 2021

Cerca de 32% da população de Ijuí já recebeu a primeira dose da vacina contra covid-19

O município de Ijuí planeja acompanhar o ritmo de vacinação proposto pelo Estado desde que não falte imunizantes. A perspectiva é do secretário de Saúde, Márcio Strassburger, prevendo diminuir a cada semana a faixa etária dos contemplados. Afirmou que cerca de 32% da população local já recebeu a primeira dose contra a Covid-19.

Por outro lado, relatou preocupação com o aumento de casos da doença e a busca por atendimento no centro de triagem que também ampliou o horário até 22h durante a semana. Disse haver pessoas aguardando internação nos hospitais que também vivem um momento delicado pela falta de leitos e sem nenhuma sinalização do governo para abertura de novos espaços.

Uma das saídas na opinião do secretário, é educar a população, explicando o que pode ou não nesta fase mais crítica, assegurando que o município estuda outras medidas e orientações gerais.

Acerca das reclamações referentes as mudanças nos postos de saúde, que impactam na vida das pessoas, Márcio Strassburger, afirmou entender a inconformidade, porém, não há muito o que fazer, pois essa é uma medida federal, que se não for seguida, pode fazer com que o município perca recursos e investimentos em saúde.

Fonte: Rádio Repórter
voltar
© Copyright 2019