Balanço orçamentário mostra números dentro dos limites prudenciais no município


Com uma receita corrente liquida prevista para o ano de R$ 415 milhões 857 mil e 300 reais, o município de Ijuí já realizou 69,43% do previsto, um recurso de R$ 288 milhões 717 mil e 934 reais. Os dados integram o balanço orçamentário municipal apresentado em audiência púbica na Câmara de Vereadores e que tratou da Execução Orçamentária e Gestão Fiscal no período de janeiro a agosto deste ano.

No comparativo entre as receitas realizadas e as despesas empenhadas os valores ficaram próximos com R$ 257 milhões empenhados e R$ 288 milhões e 717 mil da receita prevista, realizados.

No que diz respeito a despesa bruta com pessoal (folha de pagamento), o que envolve os servidores ativos, inativos, pensionistas, contratos emergenciais e serviços terceirizados o valor atingiu a cifra de R$ 220 milhões 645 mil 190 reais. No período de janeiro a agosto foram pagos na folha bruta R$ 169 milhões 655 mil e 510 reais para os servidores ativos, R$ 46 milhões 570 mil e 288 reais para os inativos e pensionistas e outros R$ 4 milhões 419 mil e 391 reais para contratos emergenciais e prestadores de serviços terceirizados.

O balanço mostra que a Administração Municipal de Ijuí está dentro dos limites preconizados pela Lei de Responsabilidade Fiscal atingindo 42,73% do orçamento quando o limite prudencial para gastos com pessoal é de 51,3%. No legislativo o quadro também aponta gastos de 1,52% do orçamento com a folha que tem o limite prudencial de 5,7% da peça orçamentária. Em gastos totais com folha de pagamento a despesa consolidada é de 44,25% quando o limite prevê gastos de até 57% do previsto no orçamento total.

O Previjui também apresenta resultado positivo superior a R$ 8 milhões nestes oito primeiros meses do ano. Isto por que a receita do regime de previdência dos servidores públicos municipais chegou a R$ 37 milhões 795 mil e 625 reais e a despesa não passando dos R$ 29 milhões 488 mil e 673 reais no período. Outro dado relevante é o saldo disponível investido em aplicações financeiras do Previjuí que chegou a R$ 215.021.683,46 em agosto deste ano.

De uma forma geral o secretário da fazenda Serafim avaliou como positivos os números reiterando que mesmo em situação de pandemia o município vem conseguindo realizar o que está previsto em seu orçamento. Outro fator positivo, segundo ele, é o fato de os recursos federais e estaduais estarem sendo depositados dentro do prazo o que possibilita a execução do que foi projetado no orçamento municipal.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.