Ijuí/RS - Quarta-feira, 04 de Agosto de 2021
Manchetes
Lasier Martins disse na Repórter que voto auditável impresso não é retrocesso e sim uma forma do eleitor saber em quem realmente votou
Começam os preparativos da Semana da Pátria em Ijuí
Ijuí segue vacinação para pessoas de 27 e 26 anos
Ceriluz é campeão no prêmio Aneel, categoria acima de 10 mil unidades consumidoras
Estado lança programa para distribuir incentivos hospitalares de forma mais justa e transparente
Pouca umidade do solo evitou maiores danos na cultura em função das fortes geadas
Lideranças projetam ações para o desenvolvimento de Ijuí
Com alteração no recolhimento de lixo, prefeitura de Ijuí pretende adquirir contêineres para resíduos volumosos
Manifestantes pelo voto auditável impresso se reuniram neste domingo, 01, na Praça da República em Ijuí
Bozano dá inicio a programação alusiva ao Agosto Lilás, mês de prevenção a violência contra a Mulher
Ijuí-RS
O tempo agora
23 de novembro de 2020

Arrecadação de impostos estaduais em outubro corrobora cenário de retomada da atividade econômica

O desempenho da arrecadação de impostos estaduais foi positivo pelo terceiro mês consecutivo no Rio Grande do Sul. Em outubro, foram R$ 3,52 bilhões arrecadados, valor 12,9% (R$ 400 milhões) superior ao registrado no mesmo período de 2019, em números atualizados pelo IPCA. O resultado é o melhor do ano em termos percentuais, corroborando o cenário de retomada da atividade econômica que vem sendo verificado nos últimos meses.No acumulado de 2020 (janeiro a outubro), entretanto, o indicador ainda apura queda de -2,3%, ou seja, R$ 790milhões a menos que no ano passado.

 

Os números são compostos pela soma do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação), do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e do ITCD (Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens e Direitos). Após um primeiro trimestre com 3,6% de crescimento real, a arrecadação dos três impostos estaduais sofreu com o impacto da pandemia, apurando quedas de 14,3% em abril, 26,2% em maio, 12,4% em junho e 5,5% em julho. Em agosto, a arrecadação voltou a apresentar variação positiva na ordem de 1,3%, movimento que foi acentuado em setembro (+10,6%) e outubro (+12,9%).

 

Segundo o fisco gaúcho, os resultados expressivos em setembro e outubro refletem, possivelmente, uma espécie de efeito rebote das vendas represadas anteriormente. A expectativa, contudo, é consolidar a tendência de recuperação nos próximos meses, embora em níveis menos elevados. “O controle da evolução da pandemia será fundamental para garantir a continuidade desse movimento. Também estamos apostando fortemente em uma série de iniciativas para modernização da administração tributária, que integram a agenda Receita 2030, com repercussão positiva no ambiente de negócios e no desenvolvimento do Estado”, destaca Ricardo Neves Pereira, subsecretário da Receita Estadual.

Fonte: Receita Estadual do RS
voltar
© Copyright 2019