Ijuí/RS - Domingo, 03 de Julho de 2022
Manchetes
Homem com mandado de prisão expedido pela comarca de Carazinho é preso em Ijui
Homem é preso por trafico de entorpecentes em Ijui
Uruguaio Lugano conhece a realidade do São Luiz
Brigada Militar prende homem por tráfico de entorpecentes
100º Dia Internacional do Cooperativismo acontece neste sábado
Conselheiros de Saúde integrantes do Comus são empossados
APAE promove neste sábado 2º festival do cachorro quente para angariar fundos
Compliance, ferramenta de prevenção contra ilicitudes, é realidade no HCI
UABI coordena eleição no São Geraldo no domingo. Presidente ressalta bom relacionamento com o Executivo
Escola Civico Militar completa um ano no IMEAB
Ijuí-RS
O tempo agora
14 de dezembro de 2020

Alemã CureVac inicia última etapa de testes clínicos de vacina contra Covid-19

O laboratório alemão CureVac anunciou nesta segunda-feira o início da terceira e última fase dos testes clínicos em larga escala de sua vacina contra a Covid-19. “CureVac inicia a fase global 2b/3 de seus estudos clínicos necessários para a autorização de sua candidata a vacina”, anunciou a empresa farmacêutica com sede em Tübingen em um comunicado. “O primeiro voluntário já foi recrutado”, destacou o grupo, que utiliza, como as concorrentes BioNTech e Moderna, a tecnologia do RNA mensageiro para sua vacina.

 

O estudo acontecerá na Europa e América do Sul com mais de 35 mil participantes, afirmou a empresa. A segunda fase de testes clínicos começou no fim de setembro, com um estudo realizado no Peru e no Panamá com 690 voluntários. Os resultados dos testes de fase 2 devem ser publicados até o fim do ano.

 

A CureVac está atrás em relação à concorrente alemã BioNTech, aliada do grupo americano Pfizer, cuja vacina já foi autorizada no Canadá, Estados Unidos e Reino Unido. A empresa entrou na Bolsa eletrônica Nasdaq este ano e arrecadou 150 milhões de dólares para financiar a vacina. A Comissão Europeia reservou 225 milhões de doses desta vacina e pode encomendar outras 180 milhões “quando o laboratório demonstrar que a vacina é segura e eficaz”.

 

 

Fonte: Correio do Povo - Foto: CureVac / Divulgação / CP
voltar
© Copyright 2019