Notícias > Inter

19/12/2016
06:29

Zago exalta volta de D'Ale e idealiza “futebol bonito” na Série B

O técnico Antônio Carlos Zago concedeu entrevista ao programa “Na Marca do Pênalti”, da Rádio Guaíba, onde falou sobre seus planos para 2017 no Inter. O treinador comemorou o retorno de D'Alessandro ao clube e vê o argentino como fundamental para modelo de jogo que pretende implantar no Beira-Rio. Zago observou que o Colorado será o time a ser batido na Série B e destacou que pretende superar os desafios apresentando um futebol que encha os olhos dos torcedores.

 

“Não escondi desde a minha primeira entrevista que ele (D'Alessandro) é um jogador diferente. Está entre os três maiores ídolos da história do clube. É um jogador que vai ser muito útil dentro de campo, pela sua liderança e carisma perante o torcedor. Será um ano atípico para o Inter. Esperamos contar com ele para recolocar o Inter na Série A”, afirmou Zago ao ser questionado sobre o retorno do argentino.

 

 

Sobre a forma que pretende montar o Inter, Antônio Carlos Zago afirmou que seu time terá uma postura propositiva e procurará jogar um futebol bonito. Em relação a sistemas táticos, o novo comandante colorado revelou que seu preferido é o 4-2-3-1, mas que, dependendo das peças, pode montar a equipe no 4-4-2.

 

“Espero que o mais rápido possível os jogadores entendam o meu modelo de jogo, alguns conceitos que procuro carregar desde a minha época de jogadores. O Inter no próximo ano será o time a ser batido na Série B. É um clube grande na competição, mas a Série B não é fácil. A logística desgasta bastante, tem jogos sábados e terça. Espero que o Inter possa jogar um futebol bonito. O Inter sempre foi uma equipe de jogar um futebol bonito e espero que possamos implantar isso”, disse.

 

“Não sou refém de esquema tático. Procuro fazer com que o jogador se sinta bem na sua posição de origem. Às vezes cabe uma improvisação, mas faço com que o jogador se sinta bem para dar o máximo dentro da sua posição. Em cima das características dos jogadores você coloca o seu esquema. O sistema que gosto mais é o 4-2-3-1, mas dependendo do elenco pode ser que jogue no 4-4-2. Só depois de conhecer o elenco posso definir o sistema. Cada jogador tem quer ser visto na sua posição de origem para que possa render ao máximo”, completou.

 

Recuperar a confiança do elenco

 

O primeiro objetivo de Antônio Carlos Zago na reapresentação do elenco, marcada para 11 de janeiro, é recuperar a confiança dos jogadores. Com muitos atletas tendo contratos longos, ele sabe que boa parte do grupo que fez parte da campanha do rebaixamento estará no começo do próximo ano. O treinador, no entanto, confia que a nova direção e um novo comando técnico poderão recuperar a autoestima do grupo.

 

“Os jogadores têm um período de férias agora. Quando voltarem alguns vão estar lembrando do que ocorreu, mas é tentar virar a página. Tem um técnico novo, uma direção nova e, por aquilo que pude acompanhar, o torcedor vai estar do nosso lado. É usar isso para resgatar essa confiança dos nossos jogadores para que possamos atingir os nossos objetivos. Esperamos fazer com que eles esqueçam tudo que aconteceu neste ano”, analisou.

 


Fonte: Correio do Povo

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.