Notícias > Seleção Brasileira

22/08/2016
16:03

Detalhe impediu convocação de Geromel e Luan, diz Tite

Após divulgar a sua primeira convocação como técnico da Seleção Brasileira, o técnico Tite explicou a razão de algumas ausências na lista, principalmente dos jogadores do Grêmio Geromel e Luan.

 

Os dois últimos defenderam o time olímpico que conquistou a medalha de ouro no último sábado. 

 

 

"Eu não vou me eximir da resposta e quero dizer que existe uma série de jogadores que poderiam ser convocados. Um pequeno detalhe determina a convocação.

 

Foi assim com o Geromel e foi assim com o Fernandinho, do Manchester City. É assim em relação a Elias em uma retomada e é assim com o Luan, que fez uma sequência de trabalho.

 

Eu tenho a responsabilidade de acompanhar o trabalho de cada um", afirmou nesta segunda-feira.  

 

 

Tite confirmou que Neymar pediu a ele para não ser o capitão da Seleção Brasileira e disse que a vaga de líder do grupo está em aberto. "Acabou o jogo e fomos conversar com os atletas no vestiário.

 

Quando estava falando para o Rodrigo Caio da importância de lembrar do Fernando Prass, de como isso mostrou um senso de equipe, o Neymar chegou.

 

Eu o cumprimentei e ele fez esse pedido. Apenas disse a ele para celebrar a medalha com a família e para não pensar nisso", acrescentou. 

 

Técnico não quis citar nomes que podem ficar com a braçadeira de capitão, mas explicou os aspectos que giram em torno dessa posição perante o grupo. "A liderança tem uma série de aspectos que precisam ser considerados.

 

Ela tem o técnico, daquele atleta que exerce esse tipo de comando.

 

Também existe aquela liderança da pessoa que tem facilidade de se comunicar diante do plantel ou numa entrevista. Existe também o do 'exemplo'. Eu não me concentrei nisso, mas muitos podem exercer a função de capitão", argumentou. 

 

Após divulgar a sua primeira convocação como técnico da Seleção Brasileira, o técnico Tite explicou a razão de algumas ausências na lista, principalmente dos jogadores do Grêmio Geromel e Luan.

 

Os dois últimos defenderam o time olímpico que conquistou a medalha de ouro no último sábado. 

 

 

"Eu não vou me eximir da resposta e quero dizer que existe uma série de jogadores que poderiam ser convocados. Um pequeno detalhe determina a convocação.

 

Foi assim com o Geromel e foi assim com o Fernandinho, do Manchester City. É assim em relação a Elias em uma retomada e é assim com o Luan, que fez uma sequência de trabalho.

 

Eu tenho a responsabilidade de acompanhar o trabalho de cada um", afirmou nesta segunda-feira.  

 

 

Tite confirmou que Neymar pediu a ele para não ser o capitão da Seleção Brasileira e disse que a vaga de líder do grupo está em aberto. "Acabou o jogo e fomos conversar com os atletas no vestiário. Quando estava falando para o Rodrigo Caio da importância de lembrar do Fernando Prass, de como isso mostrou um senso de equipe, o Neymar chegou.

 

Eu o cumprimentei e ele fez esse pedido. Apenas disse a ele para celebrar a medalha com a família e para não pensar nisso", acrescentou. 

 

 

Técnico não quis citar nomes que podem ficar com a braçadeira de capitão, mas explicou os aspectos que giram em torno dessa posição perante o grupo. "A liderança tem uma série de aspectos que precisam ser considerados. Ela tem o técnico, daquele atleta que exerce esse tipo de comando.

 

Também existe aquela liderança da pessoa que tem facilidade de se comunicar diante do plantel ou numa entrevista. Existe também o do 'exemplo'. Eu não me concentrei nisso, mas muitos podem exercer a função de capitão", argumentou. 

 


Fonte: correio do povo

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.