Notícias > Dupla Grenal

16/08/2015
20:44

Inter empata sem gols com o Cruzeiro na estreia de Argel

Foto: Doug Patricio/Brazil Photo Press/Reprodução

Em um jogo de poucas emoções, o Inter ficou no 0 a 0 com o Cruzeiro no Mineirão na tarde deste domingo na estreia do técnico Argel em partida válida pela 19ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Colorado chega a 25 pontos e vai terminar o primeiro turno a oito do G4.

 

Na próxima quinta-feira, às 19h, o Inter volta a jogar só que pela Copa do Brasil. O time recebe o Ituano no jogo de ida das oitavas de final. Pelo Brasileirão, o Colorado encara o Atlético-PR no domingo, às 16h, também no Beira-Rio. 

 

O jogo

 

Desde os primeiros minutos, o Inter deixou clara a sua proposta na partida. Com três volantes, Argel optou por esperar o Cruzeiro e tentar aproveitar a velocidade do trio de frente. O esquema variava entre 4-3-1-2 e 4-3-3, com Valdívia voltando para tentar armar o jogo para Eduardo Sasha e Vitinho. Nicolás Freitas foi o volante posicionado à frente da zaga enquanto Nilton, pela direita, e Dourado, pela esquerda, seguravam os avanços dos laterais do Cruzeiro. 

 

Mesmo com a postura mais defensiva foi o Inter que teve a primeira chance da partida – a melhor do primeiro tempo. Aos 15 minutos, após receber passe de Valdívia, Eduardo Sasha fez boa jogada e serviu Vitinho, que, livre, finalizou para grande defesa do goleiro Fábio. O Cruzeiro só chegou com perigo aos 22 quando Charles chutou, a bola desviou em Paulão e por pouco não enganou Alisson.

 

O Cruzeiro ainda levou perigo com Marquinhos em duas oportunidades. Na primeira, ele recebeu na entrada da área e bateu uma bola que passou próximo à trave direita do gol colorado. Na segunda, ele passou por Geferson e cruzou, mas Ernando apareceu para afastar. O meia Alisson ainda teve uma boa chance aos 42, mas o chute de virada se perdeu pela linha de fundo. Final de primeiro tempo: Cruzeiro 0 x 0 Inter.

 

Em busca da vitória dentro de casa, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez duas mudanças no Cruzeiro para o segundo tempo. O ex-colorado Marinho e o argentino Ariel Cabral entraram nos lugares de Marquinhos e Charles. 

 

A entrada de Marinho causou problemas no lado esquerdo da defesa colorada. Por ali, Vinicius Araújo aproveitou o espaço deixado na jogada de Marinho e em um cruzamento fechado quase surpreendeu Alisson aos 9 minutos. O goleiro colorado, que estava adiantado, conseguiu voltar e mandou a bola para escanteio. Na cobrança, Manoel desviou e Cabral perdeu o gol quase em cima da linha. 

 

Na tentativa de ganhar presença na área, Argel fez a primeira mudança no Inter aos 15 minutos. Rafael Moura entrou no lugar de Valdívia. Em seguida, Vitinho sentiu lesão e saiu para entrada de Taiberson. A resposta de Luxa foi a entrada de Leandro Damião na vaga de Vinicius Araújo.

 

E Taiberson teve a chance de marcar logo em sua primeira jogada. Aos 22, William fez bela jogada pela direita e cruzou para Taiberson, que perdeu um gol que parecia fácil. De esquerda, ele finalizou de primeira quando tinha espaço para dominar. 

 

O Inter chegou novamente com perigo aos 32, com Rafael Moura, que subiu mais alto que a defesa mineira em cobrança de escanteio e mandou para fora. Logo depois, Argel fez a terceira mudança no Inter, Zé Mário no lugar de Nicolás Freitas. O Cruzeiro voltou a levar perigo contra o gol colorado aos 36 minutos, com o meia Alisson, que bateu de fora da área e mandou perto. 

 

Nos minutos finais, a partida ficou mais aberta com as duas equipes buscando o gol, mas com pouca qualidade para definir as jogadas. O Inter ainda quase foi premiado com um gol aos 46, quando Sasha cabeceou e Fábio mostrou muito reflexo para fazer a defesa. E terminou assim no Mineirão: Cruzeiro 0 a 0 Inter.

 

Brasileirão 2015 - 19ª Rodada

 

Cruzeiro 0
Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Mena; Willians, Charles (Ariel Cabral) e Henrique; Alisson, Marquinhos (Marinho) e Vinicius Araújo. (Leandro Damião). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.


 

Inter 0
Alisson; William, Paulão, Ernando e Geferson; Nicolás Freitas (Zé Mário), Nilton e Rodrigo Dourado; Valdivia (Rafael Moura), Sasha e Vitinho (Taiberson). Técnico: Argel Fucks.


 

Cartões amarelos: Mayke (CRU); Geferson, William (INT)

 

Local: Mineirão, Belo Horizonte
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira


Fonte: CP

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.