Notícias > Dupla Grenal

13/08/2015
08:52

Inter sofre, mas consegue vitória sobre o Fluminense

Foto: CP / Reprodução

O Inter sofreu, mostrou pouco futebol, mas arrancou a vitória que precisava para respirar, nesta quarta-feira, pela 18ª rodada do Brasileirão. Contando com insistência e alguma sorte, o Colorado arrancou o 1 a 0 em cima do Fluminense, já no fim do segundo tempo, no Beira-Rio, e somou os três primeiros pontos após a goleada sofrida no Gre-Nal de domingo passado.

 

A vitória leva o Inter aos 24 pontos, na décima posição do campeonato. O Fluminense escorrega para o sexto posto, com 30 pontos. No próximo domingo, o Colorado busca mais pontos contra o Cruzeiro, no Mineirão.

 

Flu ameaça, mas Inter controla

 

O primeiro tempo começou assustando um pouco os pouco menos de 12 mil torcedores do Inter presentes no Beira-Rio, com certa pressão do Fluminense. Mas o Colorado equilibrou a situação e passou a controlar a partida. Criando pouco, entretanto, manteve o placar no zero e pouco exigiu de Diego Cavalieri.

 

Logo aos cinco minutos, Gustavo Scarpa teve a chance de marcar em confusão de William e Wellington. O lateral esquerdo do time carioca invadiu a área e chutou cruzado, mas Juan botou o pé na frente para tirar o perigo. Aos oito, a resposta colorada veio em bom contragolpe. Sasha recebeu na entrada da área e tentou o chute cruzado, mas errou a pontaria.

 

Sasha voltou a ter chance aos 14, em excelente passe de Alex. Livre da marcação, ele tinha apenas Cavalieri pela frente, mas o goleirão saiu da área e tirou com o pé. As duas melhores chances do Inter vieram na segunda metade da etapa. Primeiro, Wellington recebeu livre na esquerda, dominou de canela e ainda viu a bola atingir seu rosto. Mesmo assim, teve a chance do chute sem goleiro e mandou para fora. Depois, Nilton recebeu na intermediára e disparou um chutaço que obrigou grande defesa de Cavalieri.

 

O Flu voltou a ter oportunidade aos 41 minutos, mas Juan voltou a ser o xerifão da área. Marcos Junior fez a parede na área e Gustavo Scarpa chutou de primeira dentro da área. Vinha muito forte, mas o zagueirão meteu o pé na frente e evitou o gol, mantendo o empate antes do intervalo.

 

Pouca inspiração, mas muita vontade

 

Os visitantes adotaram a mesma tática do começo da partida na arrancada do segundo tempo. Ensaiando uma pressão, o Fluminense levou perigo com Ronaldinho logo no primeiro minuto. Ele lançou para a área, Ernando tentou afastar e deu de rosca na bola. Marcos Júnior se apresentava para fazer o gol, mas Alisson foi bem na antecipação e recolheu.

 

Na resposta, o Inter quase abriu o placar com Alex. Fora da sua colocação usual, o meia teve a chance de cabeça, em cruzamento de Wellington, mas mandou para fora. Aos seis, o cenário ficou ainda mais favorável ao Inter. Marcos Júnior foi expulso com o segundo amarelo após derrubar William fora do lance.

 

O Colorado foi para a pressão e fez Cavalieri trabalhar bastante. Aos oito, Valdívia recebeu na entrada da grande área, preparou e chutou muito forte para linda defesa de Cavalieri. Em seguida, Alex levantou na área, Valdívia desviou de cabeça, Juan deu um toquinho e o goleiro fez milagre para pegar no canto direito.

 

Lisandro López entrou no lugar de Nico Freitas e daí foi o poste que negou o gol colorado. O argentino escapou na esquerda e chutou cruzado. Wellington Silva desviou contra a meta, mas acertou a trave esquerda. Alex ainda tentou dois chutes de fora da área que Cavalieri pegou firme com qualidade.

 

Se o gol não veio em boas jogadas trabalhadas, veio na insistência e na sorte. Odair Hellmann lançou Vitinho e Rafael Moura nos lugares de Valdívia e Geferson. Deu certo. Aos 37 minutos, Rafael Moura recebeu na área e chutou em cima da zaga. A bola sobrou para Vitinho, que chutou torto, mas contou com o desvio de Cavalieri para anotar o 1 a 0 e fazer a torcida explodir no grito da vitória.

 

Antes do apito final, o torcedor ainda levou um susto aos 39 minutos. Lucas Gomes aproveitou falha da zaga e surgiu de frente para o gol, mas Alisson se antecipou para afastar com o pé. Sasha teve a chance de ampliar, já nos acréscimos, mas Cavalieri defendeu o chute cruzado de dentro da área. No finalzinho, Rafael Moura segurou bola na linha de fundo e sofreu falta de Antônio Carlos. O zagueiro reclamou e tomou o vermelho. Fim de jogo e vitória colorada para respirar no campeonato.

 

Brasileirão - 18ª rodada

 

Inter 1
Alisson; William, Ernando, Juan e Geferson (Rafael Moura); Nilton, Nico Freitas (Lisandro López), Wellington Martins, Valdívia (Vitinho) e Alex; Eduardo Sasha. Técnico: Odair Hellmann (interino).


 

Fluminense 0
Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Marlon e Gustavo Scarpa; Pierre, Jean, Cícero e Ronaldinho Gaúcho; Marcos Júnior e Wellington Paulista. Técnico: Enderson Moreira.


 

Gol: Vitinho (37min/2ºT).
Cartões amarelos: Juan, Alex, Geferson, Lisandro López, Rafael Moura, Wellington (I); Henrique, Marcos Junior, Wellington Paulista, Cavalieri (F). 
Cartões vermelhos: Marcos Júnior e Antônio Carlos (F).
Público total: 11.415. 
Árbitro: Flávio R. Guerra.
Local: Estádio Beira-Rio.

 


Fonte: CP

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.