Notícias > Geral

21/07/2019
05:15

Inter sai na frente e Grêmio busca empate morno no Gre-Nal de reservas

Placar de 1 a 1 frustrou expectativas de subir na tabela, mas evitou abalos nos vestiários

 

O Gre-Nal de reservas deixou evidente o desentrosamento das equipes, mas teve momentos de grande disputa. Um Inter mais organizado saiu na frente e pecou ao não ampliar quando tinha a iniciativa. O Tricolor aproveitou para se recompor e deu a resposta no segundo tempo, confirmando o empate em 1 a 1 no Beira-Rio. Resultado que não ajudou as campanhas para subir na tabela, mas também evitou maiores crises nas sequências de Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil.

 

Com o ponto somado, o Inter vai a 17 pontos no quinto lugar dentro da zona de Libertadores. O Grêmio, por sua vez, chega a 15 e estaciona em décimo. No próximo sábado, os comandados de Odair Hellmann encaram o Ceará no Beira-rio, enquanto os gremistas enfrentam o CSA em Alagoas, no dia 29, segunda-feira.

 

O jogo teve bastante movimentação na primeira etapa, ainda que a falta de entrosamento tenha aparecido em vários lances. No lado colorado, Wellington Silva era destaque mostrando velocidade e superando a marcação tricolor, enquanto Rafael Sobis dava o ritmo e encontrada espaços. Entre os gremistas, Capixaba e Pepê fizeram as melhores combinações, com Luan muito apagado.

 

Colorado vai para cima

 

A primeira grande chance da partida foi do Inter, e veio dos pés de Sobis. Aos cinco minutos, Edenilson foi lançado livre na área pelo atacante e chutou forte. Julio Cesar  caiu bem no canto esquerdo e e espalmou nos pés de Wellington Silva. O atacante tinha tudo para marcar, mas Julio Cesar se recuperou para abafar a conclusão.

 

Seguiu-se um período de poucas oportunidades e muitos erros de passe. Diego Tardelli começou a sair da área e vir buscar a bola no meio, mas o Grêmio ficou sem alternativas para conclusão perto do gol. O Colorado, por sua vez, ameaçava superar a defesa gremista em transições muito rápidas da defesa para o ataque.

 

Aos 20 minutos, entretanto, Wellington Silva foi derrubado ao lado da área, pela esquerda. Sobis pegou a bola e ajeitou para cruzar. O atacante mandou com efeito, em direção ao gol. Julio César estava pronto para defender, mas Paulo Miranda tentou afastar de cabeça e mandou contra as próprias redes. Festa dos colorados com 1 a 0 no Beira-Rio.

 

Foi somente aos 26 minutos que o Grêmio foi chutar a gol. Capixaba acionou Pepê, que cortou para o meio e chutou cruzado. A bola passou sobre a meta. A melhor chance tricolor ocorreu aos 30 minutos. Rômulo aparou rebote de primeira e pegou na veia: saiu uma bomba que resvalou no poste esquerdo antes de sair em tiro de meta.

 

O segundo tempo teve uma queda forte de desempenho de ambas as equipes. O Inter recuou suas linhas, mas ainda tinha as melhores jogadas. O Grêmio, desorganizado, tocava a bola sem o objetivo necessário.

 

Situação que obrigou Julio César a fazer mais boas defesas. Aos 3, Wellington Silva recebeu na esquerda, driblou Leo Moura e centralizou para Sobis. O atacante invadiu a área e bateu de canhota, mas o goleirão catou firme. O Grêmio tentou responder, mas sempre com chutes de longe. Thaciano isolou aos 13 e Pepê tentou aos 17, mandando ainda mais distante da meta.

 

Tricolor acha o gol

 

Renato lançou Everton no lugar de Galhardo e o Tricolor começou a preocupar mais a defesa colorada. Patrick entrou no lado vermelho, substituindo Parede e logo fez boa jogada. O volante foi lançado na esquerda, superou a marcação e chutou com pouco ângulo. Julio César fechou o espaço e fez a defesa.

 

A falta de iniciativa do Inter, contudo, cobrou a conta aos 25 minutos. Capixaba recebeu na esquerda e cruzou com perfeição na área. Cuesta e Klaus bateram cabeça e Luan subiu entre os dois. Apagado na partida, ele desviou com perfeição no canto direito e empatou a partida.

 

O empate acendeu o Grêmio, que chegou perto da virada. Aos 33, Klaus errou na tentativa de afastar e sobrou para Tardelli. O atacante mandou a bomba com endereço certo, mas a bola desviou na defesa. No contragolpe colorado, Nataniel cruzou com perigo, a bola ficou viva e Sobis cabeceou para o gol. Julio César foi bem para agarrar. Já nos acréscimos, Danilo Fernandes fez suas primeiras e essenciais defesas. Everton lançou Pepê, que cortou para o meio e chutou forte no canto direito, parando nas mãos do arqueiro. Ele recuperou o rebote e mandou mais uma bomba para o gol, mas Danilo fez nova defesa. Empate morno, mas suficiente para colorados e gremistas.

 


Fonte: Correio do Povo

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.

Tel: (55) 3332-7744