Notícias > Cultura

21/07/2019
05:00

A 38ª edição do festival Coxilha Nativista vai movimentar Cruz Alta.

Trazer novidades sem perder a essência. Esse é um dos objetivos da 38ª edição da Coxilha Nativista, que ocorrerá de 25 a 28 de julho em Cruz Alta. O maior festival nativista do Estado é também o único sem sofrer interrupção desde a sua criação, em 1981. O evento acontecerá no Ginásio Municipal José Westphalen Corrêa com entrada gratuita nas arquibancadas.

 

O festival tem por objetivo incentivar a criatividade poético-musical gaúcha, buscando a sua integração à cultura brasileira; evidenciar e promover junto à comunidade cruz-altense o acesso à cultura do Rio Grande do Sul; favorecer a revelação de novos talentos e a divulgação de suas criações artísticas; e promover o município de Cruz Alta, bem como as suas potencialidades socioeconômicas, culturais e históricas.


Entre os shows que farão parte do evento estão Manuela Martins, Instrumental Picumã, Luis Cardoso e Sinfonia Gaúcha, Yangos, Leonel Gomez, Yamandu Costa, Luiz Carlos Borges, Maikel Paiva, Ricardo Comassetto e a dupla Paquito e Joia.


Além deles, Ângelo Franco trará o espetáculo “A Coxilha Canta Erico Verissimo”, somente com canções que de alguma forma falam da obra do escritor, e João de Almeida Neto fará os shows “O Gaúcho Também Chora” e “Boêmio”.


Novidades


Neste ano, o projeto “A Coxilha Vai à Escola” é um dos principais diferenciais da programação. Pelo menos 13 escolas da rede municipal recebem oficinas de composição, violão e canto, além de conhecerem um pouco a história do festival e sua riqueza musical.


No final, dois alunos serão selecionados para subirem ao palco Jayme Caetano Braun para a disputa da Coxilha Piá e Piá Taludo, de onde saíram talentos como Shana Müller, Ângelo Franco, Yamandu Costa e Juliana Spanevello.


Outra novidade que foi sucesso no ano passado e segue em 2018 reuniu música e culinária. A primeira edição do Chef CCGL colocou na cozinha cantores e cantoras divididas em equipes preparando pratos típicos avaliados por um júri capitaneado pelo chef senegalês Mamadou Sène. A equipe Muchas Graxas de Pirisca Grecco foi a grande vencedora.
Inscrições e regulamento.


Os músicos que querem inscrever composições para esta edição devem acessar o site www.coxilhanativista.com. Mais informações pelos telefones (55) 3322-6595 ou (55) 3303-6902. (Ana Carolina Rodrigues/O Sul)

 


Fonte: 38ª edição da Coxilha Nativista de Cruz Alta

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.

Tel: (55) 3332-7744