Notícias > Geral

11/07/2019
05:45

Ceriluz promoveu o projeto "O Cooperativismo que Constrói" com visitações a Central Hidrelétrica Sede II Centenária.

No Último sábado, no Dia Internacional do Cooperativismo, a Ceriluz mobiizou associados, conselheiros, colaboradores e seus familiares, além de lideranças regionais, para comemorar essa data importante.

 

A cooperativa organizou o projeto "O Cooperativismo que Constrói e promoveu visitas orientadas na obra da Pequena Central Hidrelétrica Sede II Centenária, em construção na Linha 04 Leste, no município de Ijui.

 

As ações engajaram pessoas de toda a região, que encararam o frio, com sensações térmicas negativas em alguns momentos, para conhecer a obra que atende o sétimo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas: promover o Desenvolvimento de Energia Acessível e Limpa.

 

A intenção foi demonstrar a capacidade das cooperativas de construírem obras que refletem no desenvolvimento econômico e social das comunidades onde estão inseridas, com baixo impacto ambiental e social.

 

A programação oficial do Dia Internacional do Cooperativismo, na Ceriluz, teve início na quarta-feira, dia 03 de julho, com a visita de associados na usina, ação que se repetiu nos dias 04 e 05. O projeto culminou em 06 de julho, Dia Internacional do Cooperativismo, quando foi servido café da manha que aqueceu o dia que chegou com geada.

 

A abertura do evento foi feita pelo presidente da Ceriluz, llor de Pauli, e envolveu conselheiros, colaboradores e seus familiares, juntamente com representantes da

imprensa e dos Poderes Executivo e Legislativo da região.

 

O roteiro de visitação incluiu, além das estruturas da usina - barragem, túnel e casa de máquinas - conhecer ainda o patrimônio histórico existente no local, sendo a antiga casa e o moinho da família Waslawick - com aproximadamente 100 anos de existência, - que foram restaurados e agora servem de escritório para as equipes de trabalho e no futuro serão abertos a visitação para escolas e pessoas interessadas.

 

Paralelamente a visitação da obra os visitantes se engajaram no plantio de mudas na recuperação das Áreas de Preservação Permanentes que integram o espaço do empreendimento, representando a sustentabilidade do projeto que terá 07 Megawatts de potência instalados, gerados pelo aproveitamento das águas do Potiribu.

 


Fonte: Rádio Repórter

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.

Tel: (55) 3332-7744