Notícias >

14/03/2019
08:29

Odair elogia maturidade do Inter e rechaça favoritismo para o Gre-Nal

Técnico projetou crescimento maior da equipe ao longo da temporada

O técnico Odair Hellmann destacou a maturidade do elenco do Inter após a vitória de 2 a 0 sobre o Alianza Lima na noite dessa quarta-feira pela Libertadores.

 

 

O treinador elogiou a forma como o time tem se adaptado bem às mudanças de estratégias que ele tem feito a cada jogo e projetou um crescimento da equipe na sequência da temporada.

 

 

 

 

“Quero destacar a maturidade do nosso grupo, como eles têm se adaptado bem às mudanças que temos feito.

 

 

 

Claro que a gente não muda a nossa ideia de jogo, mas muda a estratégia e os jogadores assimilam bem.

 

 

 

O mais importante foi que conseguimos traduzir tudo aquilo que treinamos para dentro do campo para conseguir uma vitória importante”, disse Odair ao analisar a partida.

 

 

Ele ainda ressaltou a necessidade de seguir evoluindo.

 

 

 

“Há evolução em todos os jogos.

 

 

Cada jogo tem a sua história.

 

 

Fizemos um grande jogo hoje com placar.

 

 

Em outras situações nós criamos as chances, mas não fomos tão efetivos.

 

 

Não tivemos o placar, mas não significou que a equipe não estivesse buscando. 

 

 

 

A vitória sobre o Alianza Lima deixou o Inter em situação confortável na Libertadores.

 

 

 

O Colorado é líder do Grupo A com seis pontos, quatro a mais que o River Plate, segundo colocado.

 

 

O treinador, porém, tratou de conter a euforia sobre seu time.

 

 

 

Ao ser questionado se o Colorado entraria como favorito para o Gre-Nal de domingo, ele prontamente respondeu que não.

 

 

“O favorito é o Grêmio”, sustentou.

 

 

Entrada de Sobis

 

 

Rafael Sobis foi a novidade na escalação do Inter.

 

 

Odair Hellmann explicou que optou por iniciar com o camisa 23 após observar a forma de marcação do Alianza Lima em sua estreia na Libertadores diante do River Plate na semana passada.

 

 

 

“No jogo contra o RIver Plate, o Alianza entregou a bola para o River, baixou a marcação, mas  a primeira linha deles acompanhava muito e saía do setor.

 

 

 

O Sobis tem mais essa característica de sair da linha e jogar nas costas dos volantes. Queria ele para levar a marcação e abrir o espaço para os atacantes de velocidade.

 

 

A ideia foi iniciar com ele e deixar um centroavante de referência como um plano B caso não desse certo. Felizmente, deu”, revelou.

 

 

Notícias Relacionadas

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.

Tel: (55) 3332-7744