Notícias >

05/11/2018
08:08

Avança investigação do assassinato ocorrido no loteamento Armindo João

A investigação do assassinato ocorrido no loteamento Armindo João, na madrugada de sexta feira, já está a pleno vapor.

 

 

 

Além das buscas, que a Brigada Militar realizou para encontrar os assassinos, sem sucesso, a Polícia Civil em conjunto com o IGP de Santo Ângelo, levantou indícios da forma brutal como aconteceu o assassinato de Rodrigo Amarante, de 29 anos.

 

 

 

Segundo informações, as equipes se espalharam pela cidade durante a sexta-feira realizando diligências, e colhendo depoimentos.

 

 

 

No final da tarde, a polícia adiantou que já tem uma linha forte de investigação, mas que segue em segredo para não comprometer os trabalhos.

 

 

 

Rodrigo a poucos meses atrás trabalhava em uma grande empresa local.

 

 

 

No dia do crime ele estaria no interior da sua residência quando teve sua casa invadida pelos fundos.

 

 

 

Segundo testemunhas, pelo menos três pessoas em posse de armas brancas adentraram no local, mandando os demais integrantes da casa saírem para fora.

 

 

 

A testemunhas afirmaram que foram momentos de espancamentos e torturas, ouvidos por vizinhos.

 

 

 

 

A Brigada Militar foi acionada, mas quando chegou Rodrigo já estava sem vida, com ferimentos muito graves (considerado como requintes).

 

 

 

O local foi isolado e a Polícia Civil acionou o IGP.

 

 

O corpo foi liberado às 03h40min e encaminhado ao IML de Ijuí para exames de necropsia.

 

 

 

Rodrigo era proprietário da residência por mais de 5 anos. Ele era natural da região do Vale dos Sinos (São Leopoldo).

 

 

 

Por duas vezes ele teria saído de Panambi e posteriormente retornado. Rodrigo a pouco tempo teria reatado o casamento com sua atual companheira, com a qual tinha um filho pequeno.

 

 

 

Era considerado um vizinho bom, mas sem muita comunicação.

 

 


Fonte: PANANBI NEWS-POSTADO POR LUIS ARNALDO

Notícias Relacionadas

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.