Notícias >

08/08/2018
13:03

Grêmio lutará contra histórico negativo contra argentinos após derrota para Estudiantes

Tricolor saiu atrás duas vezes em fases decisivas na Libertadores e não conseguiu reverter

Diante do Estudiantes, no dia 28 de agosto, o Grêmio buscará reverter a derrota de 2 a 1 sofrida nessa terça-feira.

 

 

No duelo, o Tricolor lutará contra o histórico negativo em confrontos eliminatórios com argentinos..

 

 

 

Em 36 anos de participações na Libertadores, o clube gaúcho nunca conseguiu superar uma equipe da Argentina depois de sofrer um revés no jogo de ida.

 

 

 

 

Entramos no jogo do Estudiantes e esse, o da catimba, não é o nosso jogo.

 

 

 

Falei que deu um branco porque o Grêmio procurou fazer uma coisa que não está acostumado, a catimba.

 

 

Entrou no jogo do adversário. Jogamos futebol e buscamos o resultado positivo sempre.

 

 

 

Falei para eles, saiam de querer competir em termos de malandragem.

 

 

 

Sejam malandros no momento certo. (…) Tinha alertado, mas eles entraram desatentos.

 

 

 

Apesar da derrota, o Grêmio está vivo. (...) Conheço meu grupo, a partida na Arena será diferente.

 

 

 

Tenho certeza que vamos reverter o placar.

 

 

Depois de domingo, pensaremos no Flamengo", declarou Renato Portaluppi.

 

 

 

A primeira ocorreu na final da edição de 2007.

 

 

 

O Grêmio acabou goleado pelo Boca Juniors, na Bombonera, no dia 6 de julho, por 3 a 0.

 

 

 

Sob o comando de Mano Menezes, o Tricolor escalou a seguinte equipe para buscar o resultado: Saja; Patrício, William, Teco (Schiavi) e Lúcio; Gavilán, Lucas, Tcheco (Amoroso) e Diego Souza; Carlos Eduardo e Tuta (Everton).

 

 

 

Entretanto, o adversário havia montado uma das maiores equipes da sua história.

 

Sob o comando de Riquelme, os argentinos venceram por 2 a 0, no Olímpico.

 

 

 

Sete anos depois, o Tricolor, sob o comando de Enderson Moreira, foi derrotado pelo San Lorenzo, por 1 a 0, na Argentina, com a seguinte equipe: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Geromel e Léo Gago (Breno); Edinho, Ramiro (Luan), Riveros e Zé Roberto (Maxi Rodríguez); Dudu e Barcos.

 

 

 

No jogo de volta, sete dias depois, o Grêmio devolveu o resultado, mas perdeu nos pênaltis.

 

 

Maxi e Barcos não acertaram as cobranças e os argentinos classificaram.

 

 


Fonte: correio povo -POSTADO: LUIS ARNALDO

Notícias Relacionadas

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.