Notícias > Bairro

07/06/2018
08:26

Grêmio perde para o Palmeiras na Arena

Willian marcou os dois gols alviverdes em vitória de 2 a 0

O Grêmio perdeu sua invencibilidade dentro de casa no Campeonato Brasileiro.

 

Na noite desta quarta-feira, o Tricolor foi derrotado por 2 a 0 pelo Palmeiras em grande jogo na Arena.

 

Willian marcou os dois gols no segundo tempo da partida. Com a derrota, o Grêmio perde a oportunidade de assumir a vice-liderança do Brasileirão.

 

 

Com 16 pontos, o Tricolor é sexto colocado e foi ultrapassado pelo Palmeiras, que agora tem 17 e é o terceiro.

 

 

O próximo compromisso do Grêmio é no domingo, às 16h, diante do América-MG novamente na Arena.

 

 

No mesmo dia e horário, o Palmeiras enfrenta o Ceará em Fortaleza.

 

 

O jogo

 

 

Bem diferente dos últimos adversários gremistas na Arena, o Palmeiras iniciou a partida pressionando no campo de ataque.

 

 

Montado no 4-1-4-1, o time de Roger Machado encaixou a marcação nos homens de meio-campo do Grêmio.

 

 

Moisés saiu para pressionar Maicon enquanto Bruno Henrique fez o mesmo com Arthur. Mais atrás, Felipe Melo era o responsável por vigiar Luan.

 

 

Avançados, os laterais bloqueavam Lima e Everton.

 

 

Essa marcação adiantada funcionou muito bem nos primeiros 10 minutos, quando o Tricolor quase não saiu do seu campo.

 

 

 

Não apenas a marcação forte do Palmeiras foi efetiva.

 

 

O time também conseguiu ser perigoso quando teve a bola.

 

 

A melhor chance foi de Willian, que aproveitou erro de Maicon, acertou um belo chute da entrada da área e acertou a trave esquerda de Marcelo Grohe.

 

 

 

O Grêmio começou a achar o caminho para chegar ao ataque na velocidade de Everton.

 

 

O camisa 11 conseguiu levar vantagem sobre Marcos Rocha e arriscou dois chutes da entrada da área que acabaram passando longe do gol de Jaílson.

 

 

 

Os tiros de média distância foram a principal arma gremista no primeiro tempo.

 

 

A melhor chance tricolor veio assim.

 

 

 

O lateral Leonardo Gomes chutou forte após receber de Luan e mandou no ângulo.

 

 

O gol só não saiu porque Jaílson fez uma grande defesa.

 

 

 

O jogo seguiu corrido ao longo de toda a etapa inicial “lá e cá”.

 

 

A bola parou pouco no meio-campo e os dois times apostaram em jogadas de transição rápida. Já na parte final do primeiro tempo, Willian voltou a levar perigo.

 

 

 

Aos 37, ele bateu de perna esquerda encobrindo Marcelo Grohe e acertou o travessão.

 

 

 

 

O técnico Renato Portaluppi teve uma perda importante para o segundo tempo. Maicon sentiu um desconforto muscular e teve de ser substituído.

 

 

 

 

Jaílson entrou em seu lugar.

 

 

 

A segunda etapa seguiu com ritmo intenso, mas o Palmeiras teve uma postura menos agressiva.

 

 

O time paulista se postou em seu campo à espera do Grêmio.

 

 

Sem Maicon, o Grêmio precisou mais de Arthur na armação das jogadas.

 

 

 

A estratégia do Palmeiras para conter ele e Luan foi abusar das faltas.

 

 

 

Somente Felipe Melo fez três seguidas em Luan e levou amarelo.

 

 

 

Moisés foi amarelado por falta dura em Arthur.

 

 

Ao todo, Luan e Arthur sofreram 17 faltas no jogo.

 

 

 

 

Mesmo caçado pelos marcadores, Arthur quase fez um golaço na Arena.

 

 

 

Aos 7 minutos, ele recebeu no lado direito da área e cruzou fechado.

 

 

 

A bola passou por Jaílson e bateu no travessão na melhor chance de gol do Grêmio no jogo até então.

 

 

 

A estratégia do Palmeiras no segundo tempo de recuar para sair em velocidade deu certo.

 

 

 

Aos 21 minutos, Dudu deu o passe em profundida para Wilian, que correu mais que Kannemann e chutou de esquerda no canto de Marcelo Grohe para abrir o placar: 1 a 0.

 

 

Logo após o gol, Renato fez a segunda mexida no time.

 

 

 

Lima, que foi titular porque Ramiro sentiu lesão no aquecimento, saiu para a entrada de outro garoto: Pepê. Roger Machado respondeu com Thiago Santos na vaga de Felipe Melo para ganhar fôlego no meio-campo.

 

 

 

 

Fôlego foi justamente o que parece ter faltado ao Grêmio. Atrás no marcador, o Tricolor não conseguiu pressionar o Palmeiras na busca do empate.

 

 

 

 

Renato tentou tornar o time mais ofensivo com Thonny Anderson no lugar de Arthur, mas a equipe seguiu sem conseguir levar perigo a Jaílson.

 

 

 

Já Roger mostrou sua preocupação em ter jogadores novos no meio-campo e fez mais duas trocas no setor: Jean e Lucas Lima nos lugares de Bruno Henrique e Moisés.

 

 

 

Seguro na defesa, o Palmeiras foi letal no contra-ataque para definir o jogo aos 41 minutos.

 

 

Em lançamento longo, Leonardo Gomes não conseguiu fazer o corte e bola ficou com Willian, que tocou na saída de Marcelo Grohe para fazer 2 a 0 e decretar o placar final da partida.

 

Campeonato Brasileiro – 10ª rodada

 

 

Grêmio  (0) 

 

Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Artur (Thonny Anderson), Maicon (Jaílson), Lima (Pepê), Luan e Everton; André.

 

Técnico: Renato Portaluppi.

 

 

Palmeiras (2)

 

Jaílson; Marcos Rocha, Luan, Thiago Martins e Victor Luís; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Jean), Moisés (Lucas Lima), Hyoran e Willian; Dudu.

Técnico: Roger Machado.

 

 

Gols: Willian (21-41min/2T),

 

Cartões amarelos: Paulo Victor, Luan (GRE); Dudu, Felipe Melo, Moisés, Bruno Henrique (PAL)

 

Árbitro: Rafael Traci (PR)

 

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (Ambos do PR

 

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).


Fonte: correio povo -POSTADO: LUIS ARNALDO

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.