Notícias > Bairro

06/06/2018
07:48

Empresário preso por locaute durante a greve dos caminhoneiros é solto

Homem foi liberado após o fim do prazo da prisão temporária

O empresário preso durante operação da Polícia Federal pelo crime de locaute na paralisação dos caminhoneiros foi solto na madrugada desta terça-feira.

 

 

 

Ele havia sido detido temporariamente, e como o prazo de cinco dias se encerrava, ele foi liberado.

 

 

De acordo com o advogado do empresário, Lúcio Constantino, a PF chegou a pedir à Justiça a prorrogação do prazo (para mais cinco dias), mas a solicitação foi negada.

 

 

 

A defesa aguarda a conclusão do inquérito para dar prosseguimento ao processo na Justiça.

 

 

Segundo a investigação da PF, o empresário teria enviado diversas mensagens via WhatsApp aos caminhoneiros, ameaçando-os caso retornassem ao trabalho.

 

 

As ameaças teriam sido destinadas principalmente aos motoristas que transportam insumos para a Serra gaúcha, já que a empresa do suspeito é de Caxias do Sul.

 

 

 

A operação contra o crime de locaute durante a greve dos caminhoneiros foi desencadeada em 31 de maio pela Polícia Federal.

 

 

A Unlocked cumpriu um mandado de prisão e três de busca e apreensão em Vale Real e Caxias do Sul, onde foram apreendidos documentos e um revólver calobre .38.

 

 

A ação mobilizou mais de 60 policiais militares e contou com o apoio da Brigada Militar (BM) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 


Fonte: correio povo -POSTADO: LUIS ARNALDO

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.