Notícias > Geral

28/05/2018
14:15

Movimentação de caminhoneiros prossegue em Ijuí

Crédito: Zalmir Soares. Grupo Repórter

Opiniões distintas estão ditando o rumo da paralisação dos caminhoneiros. Enquanto alguns defendem o encerramento do movimento outros querem sua continuidade, mostrando uma divisão. Para Marcelo Reis, um dos coordenadores dos protestos, o governo atendeu alguns dos pleitos, porém, há uma forte tendência de que a atividade continue.

 

 


Um dos participantes das manifestações desta manhã no entroncamento da BR 285 com a RS 342, José Luiz Moura, reconhece que a pauta dos caminhoneiros foi atendida, porém, a população tem outras aspirações, fazendo com que a coisa fugisse um pouco do controle.

 


Para o presidente do Sindicato Rural Patronal, Ércio Eickhoff, a coisa é mais série do que o governo imaginava. Na opinião dele, não basta baixar apenas o preço do diesel, tem que cair também o valor dos demais combustíveis e do gás de cozinha.
Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Carlos Karlinski, acha que todo movimento começa com um ritmo e após há um desgaste natural. Entende que o momento é de reflexão e torcida para um bom encaminhamento do impasse. Uma nova pauta está sendo preparada para além do que já foi aprovado, e a decisão dos manifestantes tomada pela manhã é de continuidade do movimento.

 

 

 

Em Augusto Pestana, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, através do presidente Volnei Hasse, disse que a categoria apoia a mobilização dos caminhoneiros, mas tem as próprias pautas, entre as quais, o combate à corrupção no país e a alta carga tributária.A movimentação naquele município foi pacífica e a  projeção é de que prossiga até a tarde, tratando do preço do leite e as perdas com o produto jogado fora nos últimos dias, além de negociação com a empresa Lactalís hoje em Ijuí.

 

 


No tocante às aulas em Ijuí, o secretário municipal Eleandro Lizot, confirmou para o período da tarde o anúncio de uma posição, considerando a continuidade da greve dos caminhoneiros, com reflexos nos estoques de mantimentos e até no gás de cozinha, que dificultaria o preparo dos alimentos.


Fonte: Redação.

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.