Notícias > Saúde

07/05/2018
14:03

Coordenadora de Saúde aponta temperaturas elevadas como principal motivo pela baixa procura pela vacina da gripe

Crédito: Professor de Direito e dirigente sindical ligado aos bancários Paulo Scherer. Crédito: Reprodução/Internet.

O clima ainda quente do outono pode ser considerado o principal responsável pela baixa procura pela vacina da gripe nos postos de Ijuí. A constatação é da coordenadora do setor de imunizações da Secretaria de Saúde, Salester Ruwer. Em entrevista concedida para a Repórter, ela disse que boa parte dos grupos prioritários registram queda, com exceção de crianças e idosos, segmentos que tiveram crescimento. Falou da adoção de estratégias diferentes com o propósito de mudar essa situação, afinal, todos os anos ocorre a mesma coisa, deslanchando apenas quando chega o primeiro frio.

 

Até agora, foram aplicadas 8.480 doses no público-alvo e 1.735 beneficiando pessoas com doenças crônicas, totalizando 10. 887 cidadãos atendidos. Em Ijuí, a meta é vacinar 20 mil pessoas no grupo prioritário e 4.800 doentes crônicos até primeiro de junho. Sábado, é esperado um público maior nos postos de vacina por conta do dia D, que promete exclusividade para os que tem direito a imunização da gripe.

 

 

Além das 13 salas de vacina, haverá um posto no saguão da prefeitura e mais três unidades volantes atendendo o interior. Neste momento, a preocupação é atrair crianças de seis meses a cinco anos incompletos, devido ao baixo índice de procura, apenas 1.028 de um total de 4.516 menores.

 

 

Entre as reações à vacina, Salester Ruwer destaca vermelhidão, dor no braço, febre e cansaço muscular, sintomas que não atingem todas as pessoas. Reforçou alguns cuidados que podem prevenir o contágio pelo vírus da gripe, citando evitar espaços fechados e com aglomeração de pessoas, não compartilhar bebedouros ou copos, cumprimentar somente com aperto de mão, lavar as mãos seguidamente e ingerir bastante liquido.

 


Fonte: Redação.

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.