Notícias > Geral

11/04/2018
14:08

Reitora confirma que curso de medicina na Unijuí está garantido

Crédito: Reirora da Unijuí Cátia Nehring/ Foto Jornal do Comércio

Reitora da Unijuí garantiu que a Universidade não será atingida pela decisão do governo federal de não abrir editais para novos cursos de medicina. Professor Cátia Nehring disse que a Unijuí tem o processo homologado, reforçando a informação de que Editais em andamento não entram no processo de moratória.


 A Unijuí e o município continuam fazendo todas as suas atividades para receber o novo curso, com expectativa mantida de oferecer ainda em 2018 através de vestibular.


O Ministério da educação tem 60 dias para nomear os membros que farão a visita in loco e 30 dias para que esse contato seja efetivado, sendo a segunda quinzena de julho o prazo aguardado. 

 
 Cátia Nehring informação que professores estão contratados, assim como a universidade já tem organizado um núcleo estruturante, trabalhando na formação dos docentes. Visitas a 3 outras instituições que já tiveram o curso efetivado estão programadas. Em termos de obras necessárias, a construção de um laboratório está sendo viabilizado na Unijuí, informou a reitora.

 

A adesão da Unijuí ao FIES também foi explicada pela reitora em entrevista na manhã de hoje na Mais Popular. Começou esclarecendo que o FIES é diferente do Pro Uni - este um financiamento e que precisa ser pago ao final do curso.


 A reitora explicou que com esse novo FIES, a partir desse ano, houve mudanças radicais, principalmente na forma de apresentação dos juros. São 3 faixas, começando com zero por cento para um grupo de estudantes, chegando a 6,5 por cento, dependendo do tipo de contrato e renda familiar do pretendente.  


É um novo impacto para o estudante e também para a universidade, por isso a demora da instituição  em relação aos custos repassados as instituições. A entrada nesse sistema para os bancos privados exigiu uma análise rigorosa – também em relação ao repasse do  passado.


Lembrou que em 2016 não houve repasse do FIES, envolvendo mais de 2 mil estudantes, o que obriga a universidade a entrar num processo de cautela quanto à sua adesão.

 

Cátia Nehring informou que, principalmente, as licenciaturas foram incluídas no FIES, com monitoramento do processo de repasse neste primeiro ano.


Fonte: Redação.

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.